Quinta-feira, 09 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Mundo Onda de ataques de ursos preocupa autoridades japonesas

Compartilhe esta notícia:

Ataques de ursos em Akita resultaram em quatro recentes mortes. (Crédito: Reprodução)

As autoridades da Prefeitura de Akita, no Japão, pediram a seus moradores que não façam caminhadas ou acampem em áreas florestais por causa da incomum onda de ataques mortais de ursos negros, que deixou quatro vítimas em menos de três semanas.

Devido à proximidade dos incidentes e ao fato de que todos ocorreram na mesma área, alguns especialistas acreditam que todos os ataques possam ter sido cometidos pelo mesmo animal.

“Após ter provado a carne humana pela primeira vez, o urso pode ter aprendido que é um potencial alimento”, considerou o veterinário e assessor do governo regional Takeshi Komatsu.

Como precaução, foram instaladas armadilhas para ursos nas florestas próximas a áreas urbanas, que são cada vez mais visitadas por ursos buscando alimentos.

A maior presença de ursos negros na região é fruto das rigorosas leis de conservação japonesa, que proíbem a caça. Com isso, a população de ursos negros cresceu muito, explicou Kazuhiko Maita, diretor do instituto de Pesquisa e Proteção do Urso Asiático.

O especialista afirmou que o maior risco de ser atacado por ursos negros adultos – que podem superar 1,5 metro de comprimento – se dá quando esses animais estão próximos de seus filhotes. Para proteger suas crias, os ursos negros tornam-se especialmente agressivos, disse Maita.

Ataques de ursos em Akita não são raros, mas poucos casos resultaram em morte. De 1979 a 2015, o governo registrou oito fatalidades em toda a ilha de Honshu, a maior do arquipélago japonês, onde fica a capital, Tóquio.

Autoridades acham restos humanos dentro de urso.

Autoridades japonesas informaram que restos de carne e cabelos humanos foram achados no estômago de um urso negro morto a tiros. Ao que tudo indica, o urso abatido matou uma idosa de 74 anos cujo corpo foi encontrado, terrivelmente desfigurado perto da cidade de Kazuno, na província de Akita.

A fêmea de urso preto morta foi alvejada bem perto de onde o corpo da idosa foi encontrado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Polícia Civil reconstitui morte de funcionária do aeroporto Salgado Filho
Comissão aprova por unanimidade parecer pela perda do mandato de Jardel
Deixe seu comentário
Pode te interessar