Sábado, 04 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Bem-Estar ONG lança plataforma para alertar os pais sobre os cuidados com os bebês prematuros

Compartilhe esta notícia:

Os pais receberão todos os meses lembretes via SMS sobre os cuidados necessários, incluindo o calendário de imunização 

Foto: Reprodução
Os pais receberão todos os meses lembretes via SMS sobre os cuidados necessários, incluindo o calendário de imunização. (Foto: Reprodução)

A Associação Brasileira de Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros – ONG Prematuridade.com – lançou a “Plataforma de Cuidados com o Bebê Prematuro” para informar as famílias sobre o que fazer para preservar a saúde das crianças nos primeiros 24 meses de vida.

Após se cadastrarem no portal www.prematuridade.com/proteger, os pais receberão, todos os meses, lembretes via SMS sobre os cuidados necessários, incluindo o calendário de imunização.

“Não raro, os pais esquecem de vacinar seus filhos, ou mesmo protelam a vacinação, podendo prejudicar a saúde das crianças, especialmente o prematuro. “Com a pandemia, a situação piorou porque algumas famílias estão com medo de ir até o posto. Queremos empoderar os pais com informações para mostrar que, mais do que nunca, a vacinação deve ser mantida”, afirma Denise Suguitani, diretora-executiva da ONG Prematridade.com.

Segundo a ONG, no Brasil, nascem por ano 340 mil crianças prematuras, que, por serem mais suscetíveis a doenças por causa do sistema imunológico imaturo, precisam de acompanhamento de uma equipe multiprofissional nos primeiros dois anos de vida. Atualmente, existem poucas plataformas digitais voltadas para a prematuridade, embora esses bebês requeiram cuidados especiais – medicamentos, terapias, vacinas e consultas médicas.

A Associação Brasileira de Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros – ONG Prematuridade.com nasceu em 2014 como a primeira organização sem fins lucrativos no Brasil dedicada à prevenção do parto prematuro, à educação continuada para profissionais de saúde e à defesa de políticas públicas voltadas ao interesses das famílias de bebês prematuros.

Hoje, a ONG reúne 3 mil famílias e mais de 40 voluntários em 16 Estados. Com sede em Porto Alegre, representa o Brasil na World Prematurity Network, uma rede global de organizações em prol dos prematuros. Também é membro da Rede Nacional Primeira Infância, da Organização Mundial da Saúde.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Tribunal de Contas aponta irregularidades no recebimento do auxílio emergencial por servidores gaúchos
Governador gaúcho detalha as bandeiras do distanciamento controlado. Caxias do Sul, Erechim e Palmeira das Missões retornam à bandeira laranja
Deixe seu comentário
Pode te interessar