Quinta-feira, 30 de junho de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Polícia Operação Arca Especial combate crueldade contra animais, caça ilegal e tráfico de armas em 12 municípios gaúchos

Compartilhe esta notícia:

A organização criminosa comercializava armas de fogo pela internet

Foto: Polícia Civil/Divulgação
A organização criminosa comercializava armas de fogo pela internet. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta sexta-feira (27), a Operação Arca Especial com o objetivo de combater a crueldade contra animais, a caça ilegal e o tráfico de armas no Rio Grande do Sul. Trinta mandados de busca e apreensão foram cumpridos em 12 municípios gaúchos.

A ação, que contou com o apoio da Brigada Militar, do Ibama e de uma ONG, mobilizou 155 agentes em Nova Santa Rita, Porto Alegre, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Canoas, Guaíba, Alvorada, Osório, Santo Antônio da Patrulha, Santa Vitória do Palmar, Teutônia e Caxias do Sul. Sete criminosos foram presos em flagrante.

Durante as investigações, foram encontrados vídeos com animais silvestres abatidos. Em um deles, cães comem uma capivara viva que foi baleada. As imagens são chocantes.

A organização criminosa investigada comercializava, em grupos fechados de aplicativo e redes sociais, armas de fogo destinadas principalmente à caça ilegal de animais silvestres. Os policiais detectaram negociações em várias regiões do Estado.

“Trata-se de uma edição especial da Operação Arca, que é uma operação permanente contra crueldade de animais na Região Metropolitana. Nessa investigação específica, além da crueldade a animais, é investigado o tráfico de armas de fogo”, informou a Polícia Civil.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Polícia

Homem aparece sentado em vaso sanitário durante sessão do Tribunal de Justiça gaúcho
Homem atira na barriga da sua mulher grávida em Sapucaia do Sul
Deixe seu comentário
Pode te interessar