Sexta-feira, 10 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

Cultura Orquesta de Câmara Theatro São Pedro se apresenta em outubro, após sete anos de hiato

Compartilhe esta notícia:

Ingressos já estão disponíveis na bilheteria física no Theatro ou pelo site. (Foto: Reprodução/Luciane Pires)

Rompendo um hiato de sete anos sem montar nenhuma ópera, a Orquestra de Câmara Theatro São Pedro volta a visitar o gênero com uma programação diferenciada. Nos dias 05 e 06 de outubro (sábado e domingo, respectivamente), serão apresentadas as óperas II Maestro di Cappela de Domenico Cimarosa (1749/1801) e II Maestro di Musica de Giovanni Battista Pergolesi (1710/1736). Com regência de Evandro Matte e direção do tenor Flávio Leite, as óperas serão apresentadas juntamente. Já os solistas convidados são as sopranos Raquel Fortes e Elisa Lopes, o tenor Flávio Leite e o baixo barítono, Daniel Germano.

No dia 05, o espetáculo terá início às 20h e, no dia 06, às 18 horas. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente na bilheteria física do Theatro (Praça Marechal Deodoro, sem número, Centro Histórico, Porto Alegre/RS) ou pelo site. A duração do espetáculo, que será legendado em português, é de aproximadamente duas horas, já incluindo um intervalo.

Outras informações sobre o evento podem ser obtidas pelo número (51) 3226 2005.

Sobre o espetáculo:

A primeira parte do espetáculo será o monólogo Il Maestro di Cappella de Cimarosa, onde o Maestro e único personagem deste intermezzo cômico interpretado pelo baixo barítono Daniel Germano ensaia com sua orquestra e deixa aflorar toda a vaidade de quem acha que sabe tudo e, falando sem parar, faz de si mesmo um retrato bastante caricato do que nos nossos dias chamamos de um regente de orquestra. De autoria desconhecida, o texto da ópera é um prato cheio para que o solista brinque com as diversas intervenções instrumentais e é um veículo didático e lúdico para a introdução do público ao mundo dos instrumentos, escrita orquestral e da ópera.

Na segunda parte será apresentada a ópera Il Maestro di Musica atribuída à Pergolesi, apesar de alguns musicólogos questionarem a autoria do compositor veneziano. A história se passa na casa de Lamberto, um respeitado professor de música e canto, interpretado pelo tenor Flávio Leite. Lauretta, uma de suas alunas não muito aplicadas, interpretada pela soprano Raquel Fortes, explica ao exigente professor que já se acha pronta para a carreira profissional como cantora lírica, contrariando os conselhos do professor que, por sua vez, sente-se atraído pela aluna. Entra em cena o empresário e agente artístico Colagianni, vivido pelo baixo barítono Daniel Germano, que chega à casa de Lamberto querendo contratar uma cantora e encanta-se com Lauretta antes mesmo de ouvi-la cantar.

Lamberto convida o agente para uma audição de suas alunas mais tarde no mesmo dia onde poderá avaliá-las de maneira mais profissional. Neste ambiente de audição surge a cômica rivalidade entre Lauretta e Dorina, outra aluna do professor, interpretada pela soprano Elisa Lopes. Lauretta, usando de todo seu charme, acaba por convencer o empresário a incluir uma cláusula em seu contrato de agenciamento que inclua levar Lamberto como seu maestro exclusivo em todas as suas apresentações.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cultura

Prefeitura determina passe livre em dia de eleição de conselheiros tutelares
Conselho Regional de Nutricionistas pede que governador vete PL que inclui doce de leite em merenda escolar
Deixe seu comentário
Pode te interessar