Sábado, 29 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Colunistas Perondi diz que reforma da Previdência “não tira direito de ninguém”

Darcísio Perondi (Foto: Divulgação)

Vice-líder do governo, o deputado federal Darcísio Perondi (PMDB) tem sido um dos mais ferrenhos defensores da proposta de reforma da Previdência que tramita no Congresso. Esta semana, Perondi reiterou que “tem duas razões básicas para fazer essa reforma da Previdência.

A primeira é uma causa da natureza humana: hoje no Brasil as famílias, mulheres e homens têm na sua carga genética 1,7 filhos por família. Há 40 anos, nossos avós, bisavós, tinham em média 8 a 10 filhos. O segundo ponto significa que hoje temos uma natalidade baixa. Daqui a 10 anos nós teremos um número de crianças e jovens igual o número de idosos.

O segundo ponto, que nos faz saudar a medicina, as vacinas: as pessoas estão vivendo mais, e isso significa longevidade. E aumenta a expectativa de vida dos homens e das mulheres. Como a Previdência é um sistema de repartição, as pessoas que estão trabalhando pagando uma contribuição para pagar os aposentados de hoje.

E daqui a 20 anos teremos 60 milhões de aposentados, e menos gente contribuindo. E vai faltar dinheiro. O mundo já fez isso. Nos últimos 20 anos, países da Europa e da Ásia começaram a fazer essa reforma que agora estamos fazendo aqui”. Perondi insiste em afirmar que “esta reforma não vai tirar direito de ninguém que está na fila para se aposentar”.

Atalho para aposentadoria integral

Militares em geral, que gostam de jogar com o regulamento debaixo do braço, descobriram uma brecha legal capaz de antecipar suas aposentadorias, com vencimentos integrais. Trata-se da portaria 871, editada pelo Comando do Exército em outubro de 2012, e que permanece em vigor, que “aprova a Diretriz sobre Cessão de Militar da Ativa para Órgãos não Pertencentes ao Comando do Exército”.

Pela portaria, por extensão, policiais militares e até bombeiros colocados à disposição de governos municipais, estaduais e até federal, podem ser transferidos automaticamente para reserva remunerada (aposentadoria) depois de ocuparem por mais de 2 anos cargos fora da sua unidade militar.

Indústria gaúcha com números positivos

Ao registrar que o ano de 2017 começa com aumento nas exportações do Rio Grande do Sul, o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, Heitor José Müller, avalia que do total de US$ 1,075 bilhão comercializado com o exterior em janeiro, que representa um crescimento de 32,6% em relação ao mesmo mês de 2016, US$ 908 milhões (mais de 84%), vieram da indústria, um incremento superior a 21%. Foi a maior taxa registrada desde 2014.

Enfim, a recuperação da Rota do Sol

Antes que a deterioração do piso se alastre, o governo do Estado anunciou ontem que cerca de 40 quilômetros da Rota do Sol serão restaurados a partir de março em São Francisco de Paula. O anúncio representa investimento de R$ 25,5 milhões. O governo vai usar recursos do programa Restauro, executado pelo Daer com financiamento do Banco Mundial.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Moraes articulou com Alckmin candidatura ao governo
Bala na agulha
Deixe seu comentário
Pode te interessar