Domingo, 25 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Política Polícia Federal faz buscas em Mato Grosso para apurar ameaças a ministro do Supremo

Compartilhe esta notícia:

Operação foi autorizada pela Justiça Federal no estado e teve como objetivo obter informações sobre autor de ameaças ao ministro Alexandre de Moraes e às filhas dele

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF
Para ministro, os estados da Bahia, Maranhão e Ceará não detêm competência para decidir sobre a questão. (Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF)

A Polícia Federal cumpriu nesta terça-feira (22) mandados de busca e apreensão em Mato Grosso para investigar ameaças a ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e seus familiares.

A Operação Shield foi autorizada pela Justiça Federal de Mato Grosso e teve como objetivo reunir elementos sobre um investigado no município de Paranatinga (MT).

Ameaças eram dirigidas ao ministro Alexandre de Moraes e às filhas dele. O investigado se identifica nas redes sociais como Ezequiel Souza Lopes. Em novembro, ele postou em uma rede social a seguinte mensagem: “Você Alexandre de Moraes e a sua família vai ser executada, e não tem mais volta você, você pediu isso, então toma tiro”.

Por ordem judicial, os perfis do investigado em redes sociais foram bloqueados. Alexandre de Moraes é o relator de um inquérito instaurado “de ofício” em março do ano passado pelo então presidente do Supremo, Dias Toffoli, a fim de apurar ameaças a ministros do Supremo. A operação realizada nesta terça-feira no Mato Grosso não tem relação direta com o inquérito que tramita no Supremo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Professores estaduais realizaram um protesto em frente ao Palácio Piratini
Presidente do Superior Tribunal de Justiça concede prisão domiciliar ao prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e define uso de tornozeleira eletrônica
Deixe seu comentário
Pode te interessar