Domingo, 03 de julho de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Flávio Pereira Polícia Federal, independente, investiga e prende ex-ministro da Educação

Compartilhe esta notícia:

Polícia Federal agiu com independência na investigação para apurar denúncias contra o ex-ministro. (Foto: Agência Brasil)

A prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e de assessores de prefeitos sob suspeita de corrupção na liberação de recursos do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação demonstrou a total independência da Polícia Federal em investigar o governo. A declaração é do presidente Jair Bolsonaro, para quem, “se ao final a investigação e os processos apontarem culpados, que sejam responsabilizados. Meu governo não tolera corrupção”.

Joe Biden copia Bolsonaro e pede isenção para impostos do combustível

A turma conhecida da mídia que distorce todo noticiário positivo para não reconhecer méritos no presidente Jair Bolsonaro vai ter de contorcer-se para explicar essa notícia: agora, o presidente dos EUA, Joe Biden, seguindo o que fez Jair Bolsonaro, anuncia que vai pedir que o Congresso aprove medida para suspender os impostos federais sobre gasolina e diesel até o final de setembro. Os efeitos pós-pandemia e da guerra entre Russia e Ucrânia nos preços do petróleo em todo o mundo afetaram também os EUA. A informação foi dada à CNN nos EUA por altos funcionários do governo.

“Suspendendo por 90 dias o imposto federal sobre a gasolina, de 18 centavos (por galão, 3,78 litros), podemos baixar o preço e dar algum alívio às famílias”, declarou o presidente nesta quarta-feira na Casa Branca.

Battisti fala do ex-presidiário Lula: “capaz de tudo”

O ex-terrorista italiano Cesare Battisti, membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo, que cumpre pena condenado à prisão perpétua na prisão calabresa de Corigliano Rossano por quatro homicídios entre as décadas de 1960 e 1980, criticou o pré-candidato e ex-presidiário Lula em cartas enviadas ao repórter Lucas Ferraz, da Folha de São Paulo. No Brasil, onde obteve asilo político até ser deportado pelo presidente Michel Temer, foi defendido pelo advogado Luis Roberto Barroso, que mais tarde foi premiado por Dilma Rosuseff com o cargo de Ministro do Supremo Tribunal Federal. Trecho das cartas do ex-terrorista:

“Todos sabemos que Lula é capaz de tudo para colocar de novo a faixa de presidente. O animal político que nunca se contradiz. Aconteceu também comigo de admirar seu cinismo político (no sentido vulgar do termo) e o extraordinário jogo de cintura.”

Vereador petista que invadiu igreja foi cassado

A Câmara Municipal de Curitiba agiu com bom senso, e aprovou, em segunda votação, a cassação do mandato do vereador Renato Freitas (PT) por quebra de decoro parlamentar. Foram 25 votos favoráveis e 5 contrários. O vereador petista era acusado de perturbar a prática de culto religioso e liderar um grupo de manifestantes que invadiram a Igreja do Rosário, em Curitiba, durante uma missa, no início de fevereiro. A Arquidiocese de Curitiba, em nota, criticou o ato de violência cometido durante a realização de um culto.

Cadê o ato da pensão?

Após o anúncio de Eduardo Leite de renúncia à pensão de ex-governador, amparado em parecer da Procuradoria-Geral do Estado que interpretou de formas diferente a lei que extinguiu o privilégio, nem tudo remete para a simples perda de objeto. Persiste um mistério que será examinado na ação proposta pelo Partido NOVO:

“Onde e quando foi publicado o ato de concessão do benefício?”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Lucro elevado da Petrobras elevou salário de diretores para R$ 31 milhões
Governo do PT pode decretar “situação de emergência” para romper regras fiscais e sequestrar saldos em bancos
Deixe seu comentário
Pode te interessar