Segunda-feira, 01 de Junho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Brasil Polícia Federal realiza nova fase da Operação Acrônimo com foco em licitações do Ministério da Saúde e empréstimos do BNDES

Compartilhe esta notícia:

Ao todo, 11 pessoas são alvos de condução coercitiva (Foto: Divulgação)

A PF (Polícia Federal) deflagrou nesta quinta-feira (15) a oitava fase da Operação Acrônimo em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Segundo a corporação, o objetivo desta etapa é apreender documentos que possam esclarecer a existência de uma suposta organização criminosa especializada em se beneficiar, junto ao governo federal, com pagamentos de vantagens indevidas a agentes públicos.

São cumpridos 20 mandados judiciais expedidos pela 10ª Vara Federal do Distrito Federal. Ao todo, 11 pessoas são alvos de condução coercitiva. De acordo com a PF, a ação está focada em dois inquéritos policiais que investigam dois fatos distintos. O primeiro se refere à suspeita de cooptação e pagamento de vantagens indevidas para fraudar licitações no Ministério da Saúde, beneficiando uma gráfica pertencente a investigados.

A outra questão é a interposição de uma empresa na negociação de vantagens indevidas a agente público para conseguir financiamento de projetos no exterior pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) em Angola, Cuba, Panamá, Gana e México e República Dominicana. Segundo a polícia, uma empreiteira brasileira foi a grande beneficiada.

A Operação Acrônimo investiga um esquema de lavagem de dinheiro em campanhas eleitorais envolvendo gráficas e agências de comunicação. O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), é suspeito de ter utilizado os serviços de uma gráfica durante a campanha eleitoral de 2014 sem a devida declaração dos valores e de ter recebido “vantagens indevidas” do proprietário dessa gráfica, o empresário Benedito Oliveira, conhecido como Bené. A PF informou que ação desta quinta não envolve investigados com foro privilegiado. (AG) 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Polícia Civil prende 35 criminosos envolvidos com o tráfico de drogas e homicídios na Região Metropolitana de Porto Alegre
Professores brasileiros ganham menos da metade da média dos salários dos educadores de outros países, revela estudo
Deixe seu comentário
Pode te interessar