Sábado, 15 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Mostly Cloudy

Brasil Policiais federais e da Força Nacional destroem passagens clandestinas na fronteira com a Argentina

Compartilhe esta notícia:

As passagens clandestinas, que contavam inclusive com pontes improvisadas, estavam instaladas sobre o Rio Santo Antônio, na fronteira com a Argentina. (Foto: PF/Divulgação)

Policiais federais e da Força Nacional de Segurança destruíram na quarta-feira (9) oito passagens clandestinas na região de Santo Antônio do Sudoeste, no sudoeste do Paraná. Segundo a polícia, os acessos são usados para a saída de motos roubadas no Brasil e levadas para a Argentina e para a entrada de contrabando trazido do país vizinho.

As passagens, que contavam inclusive com pontes improvisadas, estavam instaladas sobre o Rio Santo Antônio. Na segunda-feira (7), durante outra ação conjunta na região, desta vez de patrulhamento pelo Rio Iguaçu, foram apreendidas quatro embarcações clandestinas e redes de pesca.

Segurança

Policiais militares prenderam, na noite de quarta-feira (9), Thiago Santos Silva, conhecido como Polegar, segurança de Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, apontado como chefe da quadrilha que controla a venda de drogas ilícitas na Rocinha, na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro.

Polegar foi preso por homens da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da comunidade, enquanto passeava pelo Shopping Fashion Mall, em São Conrado, bairro próximo da Rocinha. A ocorrência foi encaminhada para a delegacia da comunidade (11ª DP).

Rogério 157 está preso desde dezembro de 2017. Naquele ano, ele foi pivô de uma guerra de facções pelo controle dos pontos de venda de drogas da Rocinha que durou meses.

Condenado por tráfico de drogas em julho do ano passado, 157 tomou os pontos de venda de drogas da Rocinha depois de brigar com seu ex-aliado, Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, que está preso desde 2011 e que até 2017 chefiava o comércio de entorpecentes na comunidade.

Bolivianos

Duas pessoas foram presas na noite de quarta (9) suspeitas de terem participado da morte de uma família de bolivianos em Itaquaquecetuba, no estado de São Paulo. Os suspeitos são dois homens, de 27 e 33 anos de idade, cujos nomes não foram revelados pela Polícia Civil.

Segundo a polícia, a dupla foi detida em cumprimento ao mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Um terceiro suspeito ainda está foragido.

O caso

Os corpos de Jesus Reynaldo Condori Sanizo, de 39 anos, de sua esposa Irma Morante Sanizo, de 38 anos, e do filho do casal, Gian Abner Morante Condori, de 8 anos, foram encontrados pela Polícia Militar na noite de terça-feira (8) dentro de sacos plásticos.

Segundo relato do dono do imóvel onde estavam os cadáveres, a casa foi alugada para o marido da irmã de uma das vítimas.

Ceará

O governador do Ceará, Camilo Santana, informou em uma rede social, que as forças de segurança prenderam mais 210 pessoas desde o início da onda de violência no Estado, que completou uma semana na quarta-feira. Do total de presos, 17 foram por coação de comerciantes de Fortaleza. Temendo represálias, diversos empresários fecharam as portas de suas lojas na capital, ao longo dos últimos dias.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, o policiamento ostensivo continua reforçado em locais estratégicos, como terminais de ônibus, os próprios veículos de transporte coletivo, além de ruas e avenidas de Fortaleza e região metropolitana.

“Houve redução significativa das ações criminosas na capital e [no] interior, mas o trabalho dos nossos profissionais de segurança seguirá no mesmo ritmo para garantir a ordem e proteger a nossa população. Todos unidos contra o crime!”, postou o governador.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

46ª Festa do Figo ocorre dias 2 e 3 de fevereiro em Nova Petrópolis
Cervejaria Ambev implementa projeto de reuso de água para irrigação de plantação de arroz em Viamão (RS)
Deixe seu comentário
Pode te interessar