Segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Porto Alegre Porto Alegre pode arrecadar 55 milhões de reais com a venda de imóveis da prefeitura

Compartilhe esta notícia:

Iniciativa abrange terrenos e outros espaços que não interessam mais à administração municipal. (Foto: Divulgação/PMPA)

Uma avaliação realizada de maio a agosto deste ano pela Secretaria Municipal da Fazenda (SMF) de Porto Alegre apontou que a venda de 50 imóveis pertencentes à prefeitura pode render cerca de R$ 55 milhões aos cofres públicos da cidade. Ao menos dois itens já foram adquiridos por particulares, em agosto, com arrecadação de R$ 3,7 milhões.

De acordo com o titular da pasta, Rodrigo Fantinel, são terrenos, prédios e outros espaços que não motivam mais o interesse econômico ou social em mantê-los sob propriedade do Município e que, após a avaliação, seguem o trâmite de autorização legislativa para alienação e venda, mediante leilão público.

Esse tipo de iniciativa permite obter recursos para outras prioridades e ajudam o poder público a enxugar a máquina pública, com economia de despesas. Desde o começo do ano, a SMF editou novas regulamentações para simplificar e desburocratizar o processo de avaliação de imóveis da prefeitura.

Força-tarefa

As avaliações fazem parte de uma força-tarefa criada para diminuir o estoque de processos de avaliação de imóveis municipais. Segundo a diretora de Avaliação de Imóveis da Receita Municipal, Caroline Voigt Godoy, apenas nos últimos quatro meses foram avaliados 88 imóveis próprios, 50 para venda e 38 para permuta ou permissão de uso.

“Isso corresponde a praticamente o mesmo número de imóveis avaliados para essa finalidade em todo o ano passado, demonstrando o grande incremento de produtividade”, compara.

A maior agilidade na avaliação desses imóveis pela Secretaria Municipal da Fazenda auxilia na melhor gestão do patrimônio, racionalizando a estrutura física do Município e gerando maior arrecadação de recursos para o desenvolvimento da cidade.

“A gestão estratégica e eficiente do patrimônio municipal passa pelo enxugamento do tamanho da estrutura física ocupada pela prefeitura, permitindo a venda de imóveis que atualmente geram custo de manutenção ao Município”, ressalta a administração municipal em seu site.

(Marcello Campos)

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Pista de skate da Orla trecho 3, em Porto Alegre, passará por testes com atletas
Lançada campanha que incentiva o plantio de flores em espaços públicos em Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar