Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Fair

Porto Alegre Prefeitura de Porto Alegre distribui alimentos para alunos das redes municipal e comunitária

Compartilhe esta notícia:

A partir desta segunda-feira, famílias dos estudantes receberão ovos, frutas in natura e hortaliças

Foto: Anselmo Cunha/PMPA
Alta no preço de alimentos causa discussões. (Foto: Anselmo Cunha/PMPA)

A Prefeitura de Porto Alegre inicia nova etapa da distribuição de alimentos às famílias dos alunos das escolas da rede municipal de ensino. Nesta segunda-feira (20) dezessete escolas de ensino fundamental receberão ovos, frutas in natura e hortaliças em decorrência da suspensão das aulas por causa do novo coronavírus.

As famílias desses alunos devem começar a receber os gêneros alimentícios a partir do dia seguinte, dependendo do cronograma de distribuição elaborado por cada escola. Todos os alunos serão atendidos, porém não na mesma semana.

A proposta da Smed (Secretaria Municipal de Educação) é que a distribuição aconteça em formato de feira, garantindo os cuidados necessários para evitar a contaminação pela Covid-19. Os recursos para a aquisição são do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Já na terça-feira (21), as comunitárias de educação infantil começarão a receber os kits padrão por aluno, e cada uma montará o seu próprio cronograma de repasse aos alunos. No dia 27 de julho, terá início a compra de kits para toda a rede municipal.

Nesta segunda-feira, escolas de ensino fundamental receberão caixas de 18 quilos contendo batatas, cenouras, tomates, laranjas e maçãs. Também serão entregues caixas contendo 30 dúzias de ovos.

Ao todo serão 1.040 caixas, mais 126 outras contendo 3.780 ovos. A própria escola organiza a logística de distribuição dos alimentos, juntamente com o conselho escolar, observando as medidas de segurança, como uso de máscara de proteção, higienização e distanciamento, para evitar a propagação da Covid-19. Os pais ou responsáveis pelos estudantes precisam assinar o comprovante de recebimento dos alimentos.

Ao final de todas as etapas de entregas, terão sido distribuídas aproximadamente mais 242,752 toneladas de alimentos nas escolas fundamentais (frutas in natura, hortaliças e ovos). Nas infantis comunitárias serão 298,598 toneladas de alimentos não-perecíveis e 13,478 toneladas de gêneros da agricultura familiar, oriundos de uma associação de pescadores de Porto Alegre. Este montante se soma às 244 toneladas já distribuídas pela prefeitura.

Saiba mais

A ação é amparada pela Lei Federal nº 13.987/2020, que garante a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias de estudantes que tiveram as aulas na rede pública de educação básica suspensas devido à pandemia do coronavírus.

Inicialmente, as escolas da rede municipal permaneceram com oferta de almoço, com 2.693 refeições servidas entre os dias 18 e 26 de março. Em seguida foram entregues os estoques presentes nas cantinas das escolas fundamentais. E, na sequência, todos os alimentos estocados na rede municipal foram repassados às famílias.

O percentual de estudantes do Ensino Fundamental que utilizam os refeitórios, em média, é de 40%. Na Educação Infantil, cerca de 70% dos alunos frequentam os refeitórios.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Ministério Público denuncia mais de 40 estelionatários por golpe do bilhete premiado no Rio Grande do Sul
O home office veio para ficar ou haverá volta aos escritórios?
Deixe seu comentário
Pode te interessar