Quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Porto Alegre Prefeitura de Porto Alegre e governo do RS debatem acordo para solucionar impasse de famílias acampadas no Centro da Capital

Compartilhe esta notícia:

Prefeito e secretários foram recebidos no Palácio Piratini

Foto: Cesar Lopes/PMPA
(Foto: Cesar Lopes/PMPA)

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, se reuniu com o chefe da Casa Civil do RS, Artur Lemos, na manhã desta segunda-feira (21), no Palácio Piratini, para tratar sobre a situação das famílias oriundas da Ilha do Pavão que estão acampadas na rua Uruguai, no Centro Histórico.

As famílias tiveram as suas casas incendiadas depois de serem expulsas por facções criminosas da Ilha do Pavão. A prefeitura afirmou que busca agilizar uma solução para que as famílias deixem o local, “visto que o município já ofereceu todas as alternativas cabíveis e aguarda que Estado e União cumpram determinação judicial de pagar Bônus Moradia para a aquisição de novas residências”.

“Mesmo que o município não tenha sido condenado a pagar Bônus Moradia, não estamos medindo esforços para ajudar estas famílias, mas precisamos da ajuda do Estado e União para solucionarmos em definitivo este problema”, declarou Melo.

Para buscar uma solução célere para o impasse, os agentes jurídicos da prefeitura, Estado e União se reunirão na tentativa de encaminhar um acordo que possa garantir o aporte necessário para a indenização das famílias, explicou o secretário municipal de Habitação e Regularização Fundiária, André Machado.

“A Procuradoria-Geral do Município, do Estado e a Advocacia-Geral da União vão buscar um caminho dentro do processo judicial que defenda tanto o interesse das famílias quanto do Estado e da União”, ressaltou o secretário.

O secretário da Casa Civil, Artur Lemos, endossou o encaminhamento: “Vamos construir uma alternativa administrativa para solucionar o impasse”.

Também participaram da reunião o secretário estadual de Obras e Habitação, José Stédile, a procuradora municipal Eleonora Serralta e os secretários de Planejamento, Cezar Schirmer, e de Mobilidade Urbana, Luiz Fernando Zachia.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Médica Nise Yamaguchi diz que sofreu “desrespeito” e “humilhação” na CPI da Covid e processa senadores
Sine Municipal de Porto Alegre disponibiliza 427 vagas de emprego nesta semana
Deixe seu comentário
Pode te interessar