Terça-feira, 20 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Geral Presa há uma semana, a ex-deputada federal Cristiane Brasil recorreu ao Superior Tribunal de Justiça para deixar a prisão

Compartilhe esta notícia:

Cristiane Brasil está presa, acusada de corrupção. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O ministro Joel Ilan Paciornik, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), determinou nesta sexta-feira (18) que a Justiça do Rio de Janeiro examine, em 24 horas, o pedido de liberdade da ex-deputada federal Cristiane Brasil.

Ela está presa desde a semana passada em função de investigações sobre um suposto esquema de desvio de recursos públicos em contratos da área de assistência social no Estado e no município do Rio de Janeiro, entre 2013 e 2018. Cristiane é filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson.

A decisão foi motivada por um pedido da defesa para que os pedidos de habeas corpus protocolados no Tribunal de Justiça do Rio sejam analisados.

Segundo o MP (Ministério Públic), as investigações que levaram à prisão da ex-deputada constataram fraudes em contratos para diversos projetos sociais na Fundação Leão XIII, entidade estadual voltada para o atendimento a populações de baixa renda e moradores de rua do Rio de Janeiro, e também nas secretarias municipais de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida e de Proteção à Pessoa com Deficiência do Rio de Janeiro, de 2013 a 2018.

Ainda de acordo com o MP, a organização criminosa era composta por três núcleos, o empresarial, o político e o administrativo, atuando para que fossem direcionadas licitações no município do Rio e no estado, visando à contratação fraudulenta das empresas Servlog Rio e Rio Mix 10, mediante o pagamento de propina a servidores públicos, que variava de 5% a 25% do valor do contrato.

Em nota divulgada após a deflagração da operação, Cristiane Brasil disse que é vítima de perseguição política. “Tiveram oito anos para investigar essa denúncia sem fundamento, feita em 2012 contra mim, e não fizeram, pois não quiseram”, declarou.

Candidatura no Rio

Na última quarta-feira (16), O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) oficializou, após reunião extraordinária da executiva municipal, a candidatura de Cristiane Brasil à Prefeitura do Rio de Janeiro. A legenda também confirmou o nome de Fernando Bicudo como candidato a vice-prefeito.

No Rio de Janeiro, a candidata já foi vereadora por três mandatos e fez parte do Poder Executivo municipal como secretária Extraordinária da Terceira Idade e secretária Especial de Envelhecimento nos governos de Eduardo Paes e Marcelo Crivella. As informações são da Agência Brasil e do portal de notícias G1.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Avião de Bolsonaro arremete por causa da fumaça das queimadas no Pantanal
O Ministério da Agricultura registra quatro casos de sementes clandestinas recebidas pelo correio
Deixe seu comentário
Pode te interessar