Terça-feira, 07 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Mundo Primeira morte por coronavírus fora da Ásia é confirmada na França

Imagem do microscópio eletrônico de transmissão mostra o SARS-CoV-2 ou 2019-nCoV, o vírus que causa o COVID-19.

Foto: NIAID-RML/Fotos Públicas
Imagem microscópica do novo coronavírus. (Foto: NIAID-RML/Fotos Públicas)

Um turista chinês de 80 anos morreu na França depois de contrair o Covid-19, o coronavírus. Este é o primeiro registro de uma morte pela doença fora da Ásia e o terceiro caso fora da China, de acordo com anúncio do Ministério da Saúde neste sábado (15). Conforme a ministra de Saúde da França, Agnès Buzyn, a vítima é da província de Hubei, o epicentro da epidemia.

O chinês chegou à França no dia 16 de janeiro. Nove dias depois, foi colocado em quarentena, com uma infecção pulmonar causada pelo coronavírus, e sua condição física se deteriorou rapidamente. Uma filha do homem de 80 anos também foi hospitalizada, mas a expectativa é que ela receba alta.

Até agora, as mortes fora da China aconteceram nas Filipinas e no Japão (uma cada).

Epidemia controlada

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmou que a epidemia de Covid-19, infecção provocada pelo novo coronavírus, foi controlada no mundo.

Na terça-feira (13), o diretor-executivo do programa de emergências de saúde da OMS, Mike Ryan, afirmou que não há “aumentos dramáticos de transmissão fora da China”, além dos casos da embarcação Diamond Princess.

China

A China anunciou também neste sábado (15) a morte de 143 pessoas nas últimas 24 horas no país devido ao coronavírus Codiv-19, elevando para 1.523 o número de vítimas mortais da epidemia na China continental.

De acordo com a Comissão Nacional de Saúde, o número de infetados no interior da China (que exclui Macau e Hong Kong) cresceu 2.641, para 66.492.

No mesmo período em análise, 1.373 pessoas receberam alta hospitalar.

Por outro lado, só na província chinesa Hubei, epicentro do novo coronavírus, designado Covid-19, foram reportadas mais 139 mortos nas últimas 24 horas, elevando para 1.457 o número de pessoas mortas na província, segundo os dados da Comissão de Saúde de Hubei.

As autoridades chinesas isolaram várias cidades da província de Hubei, no centro do país, para tentar controlar a epidemia, medida que abrange cerca de 60 milhões de pessoas.

O coronavírus Covid-19 provocou até agora 1.527 mortos e infectou cerca de 65 mil pessoas a nível mundial.

A esmagadora maioria dos casos ocorreu na China, onde a epidemia foi detectada no final do ano.

Além de 1.523 mortos na China continental, registra um morto na região chinesa de Hong Kong, um nas Filipinas e um no Japão e, neste sábado, na França.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Egito confirma primeiro caso de novo coronavírus na África
Morte de general do Irã, em janeiro, fez Brasil se preparar para guerra
Deixe seu comentário
Pode te interessar