Domingo, 31 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Cloudy

Flávio Pereira Procurador da República diz que efeito colateral da cloroquina “é prevenir a corrupção”

Compartilhe esta notícia:

Procurador da República Ailton Benedito. (Foto Divulgação/MPF)

Procurador da República e chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Procuradoria-Geral da República, Ailton Benedito mantém nas redes sociais críticas aos opositores do uso da cloroquina no tratamento inicial do Covid-19. Para o procurador, a grande mídia usa a pandemia do vírus chinês na tentativa de atacar o governo Bolsonaro, “que fechou as torneiras da corrupção que escoavam dinheiro público em direção aos cofres midiáticos”. Benedito aponta que, “com a descoberta da eficácia da cloroquina no tratamento da Covid-19, muitos também deixaram de lucrar em cima da pandemia e mais portas de corrupção foram fechadas. Um dos efeitos colaterais da cloroquina, remédio baratíssimo, é prevenir a corrupção”.

Indecisão do governo acelera PEC do duodécimo no Legislativo

A falta e uma sinalização concreta do governador Eduardo Leite de encaminhar ao Legislativo uma proposta para redefinir os repasses do duodécimo aos poderes, mesmo apos o acordo entre os poderes e órgãos para o congelamento de gastos em 2021, movimentou ontem os deputados que integram a Frente de Combate aos Privilégios. O deputado Fábio Ostermann, líder da bancada do Novo no Legislativo gaúcho, revela que o grupo de deputados que integra a frente de Combate aos privilégios, decidiu por acelerar a tramitação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que congela os gastos. Ostermann sugere que o duodécimo “pode repartir seu peso de forma mais justa, trazendo aos demais poderes para a dura realidade do resto do Estado”.

Prefeito de Porto Alegre liberou shoppings e Igrejas

O prefeito de Porto Alegre Marchezan Júnior acabou com o suspende e finalmente autorizou a abertura de forma controlada, de shoppings, igrejas, restaurantes, cafés e academias. Manteve porém a proibição de casas noturnas, pubs, cinemas, clubes sociais e quadras para esportes coletivos. Com isso, a capital gaúcha deixou de ser uma ilha cercada por estabelecimentos comerciais abertos em praticamente todos os municípios à sua volta.

Articulação da bancada gaúcha assegura mais 270 leitos de UTIs

Um movimento importante da coordenação da bancada gaúcha em Brasília garantiu ontem a liberação, através do Ministério da Saúde e da Secretaria de Governo da Presidência da República, da autorização da abertura de novos leitos de UTIs para o Estado. Foram autorizados, pela portaria 1280/20, R$ 34,8 milhões para abrir 270 leitos de UTIs em 24 municípios gaúchos. A informação foi transmitida ontem ao governador gaúcho Eduardo Leite.

O coordenador da bancada em Brasília, deputado federal Giovani Cherini, comentou para coluna que “depois disso, agradecemos ao ministro da Saúde Eduardo Pazzuelo pela presteza e agilidade nesta demanda e vamos continuar acompanhando com o Ministério da Saúde os processos para que sejam liberados outros 33 leitos de 8 municípios”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Osmar Terra: “Curva do contágio está no pico”
Bloco Brasileiro da União de Parlamentares Sul Americanos e do Mercosul-UPM tem novo presidente.
Deixe seu comentário
Pode te interessar