Segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Showers in the Vicinity

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Ciência Quatro civis vão ao espaço nesta quarta-feira em nave da SpaceX

Compartilhe esta notícia:

Chris Sembroski, Sian Proctor, Jared Isaacman e Hayley Arceneaux, tripulantes da missão Inspiration4. (Foto: Reprodução)

A SpaceX vai enviar quatro pessoas ao espaço nesta quarta-feira (15) em uma missão de três dias, a primeira que orbitará a Terra com tripulação totalmente civil.

O evento irá marcar a entrada da empresa do bilionário Elon Musk na corrida do turismo espacial, que já contou com excursões de outros endinheirados que querem explorar esse mercado.

Em julho passado, Richard Branson fez um voo ao espaço de cerca de 20 minutos pela Virgin Galactic, enquanto Jeff Bezos ficou 10 minutos a bordo da nave da sua empresa Blue Origin. Essas viagens também foram realizadas com tripulantes civis, mas não chegaram até a órbita terrestre.

O dono da empresa espacial, Elon Musk, não estará no voo – quem fará a viagem será Jared Isaacman, norte-americano fundador da empresa de comércio eletrônico Shift4 Payments. Ele levará outros três companheiros novatos em voos espaciais.

Quem são os tripulantes

O idealizador da viagem e primeiro tripulante é Jared Isaacman, magnata da tecnologia de 38 anos de idade que investiu uma soma não divulgada para que Elon Musk viabilizasse o evento.

Apelidado de Inspiration4, o passeio especial foi concebido por Isaacman principalmente para aumentar a conscientização e o apoio em prol de uma de suas causas favoritas, o St. Jude Children’s Research Hospital, importante centro de tratamento de câncer pediátrico. Ele prometeu US$ 100 milhões ao instituto.

Cada membro da tripulação foi selecionado para representar um pilar da missão, segundo a agência AFP.

A mais jovem, Hayley Arceneaux, de 29 anos, é uma sobrevivente de câncer ósseo na infância, que representa a “esperança”. Ela será a primeira pessoa com uma prótese a viajar ao espaço. Arceneaux também trabalha como médica assistente em Memphis, no Hospital St. Jude.

A vaga da “generosidade” foi atribuída a Chris Sembroski, de 42 anos, ex-veterano da Força Aérea dos Estados Unidos que trabalha na indústria da aviação.

A última cadeira da missão representa a “prosperidade” e foi oferecida a Sian Proctor, uma professora de Ciências de 51 anos que, em 2009, perdeu por pouco a oportunidade de ser astronauta da Nasa. Ela será apenas a quarta mulher afro-americana a viajar ao espaço.

Treinamento

O treinamento da tripulação durou vários meses, segundo a AFP, e incluiu a experiência de força G em uma centrífuga – um braço gigante que gira em grande velocidade.

Também foram realizados voos parabólicos para experimentar a falta de gravidade por alguns segundos e completaram uma caminhada na neve em grande altitude no Monte Rainier, na região noroeste dos Estados Unidos.

Durante os três dias em órbita, eles terão o sono, a frequência cardíaca, o sangue e as habilidades cognitivas examinadas.

Os tripulantes passarão por testes antes e depois da missão para um estudo do impacto da viagem em seus corpos. A ideia é acumular dados para futuras missões com passageiros privados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Voo orbital x suborbital: entenda as diferenças da viagem da SpaceX para as de Bezos e Branson
Distraído ou TDAH? Entenda a diferença entre as duas situações
Deixe seu comentário
Pode te interessar