Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Partly Cloudy / Wind

Celebridades Rachel Sheherazade diz ter dúvidas se Bolsonaro chegará até 2022 e revela ter projeto infantil

Compartilhe esta notícia:

"Não vou dar minha vida pelo jornalismo", diz jornalista sobre ameaças nas redes sociais

Foto: SBT/Divulgação
"Não vou dar minha vida pelo jornalismo", diz jornalista sobre ameaças nas redes sociais. (Foto: SBT/Divulgação)

Com mais de um milhão de seguidores nas redes sociais, Rachel Sheherazade, 46, faz questão de mostrar a paixão pela profissão. Jornalista há mais de 20 anos, a âncora do SBT Brasil (SBT) não se contenta em ficar apenas atrás da bancada do telejornal. Ela precisa de mais.

Sempre à procura de novas formas de se comunicar, principalmente nas mídias sociais como o YouTube, Sheherazade vive o embate recorrente de quem não tem medo de expor sua opinião. Mãe de Clara e Gabriel, a jornalista diz que apesar de já ter sacrificado muita coisa em nome da comunicação, ela não daria sua vida pelo jornalismo.

No ano passado, Sheherazade diz que abriu um canal independente e sem fins lucrativos no YouTube para falar sobre política. “Minhas opiniões voltaram a incomodar os detentores do poder e passei a ser ameaçada de todas as formas. Recomeçaram as ameaças de morte contra mim e meus filhos, Aguentei até onde pude. Já sacrifiquei muita coisa em nome da comunicação, da liberdade de expressão. Não vou dar minha vida pelo jornalismo.”

Declaradamente contra o governo Jair Bolsonaro, Sheherazade define o período como “o mais sombrio”, e diz acreditar que o presidente não deve concluir o mandato até 2022. “Tenho mais temores ainda sobre os eventuais herdeiros dessa direita irracional, raivosa e rancorosa”, completa a âncora, que também diz não concordar com a esquerda.

Apesar dos tremores com suas opiniões polêmicas sobre Bolsonaro, a jornalista não se incomoda com o fato de o SBT ser a favor do presidente. “Ele [Silvio Santos] é um cidadão como qualquer outro, com suas opiniões, afetos e desafetos. É preciso respeitar o direito do outro pensar diferente”, afirma Sheherazade, contratada da emissora desde 2011.

Por causa desse posicionamento, Sheherazade foi afastada do comando do SBT Brasil no ano passado, e foi alvo de Luciano Hang, empresário conhecido por apoiar Bolsonaro e anunciante de vários programas do SBT. Nas redes sociais, ele pediu a demissão da jornalista.

“O jornalismo da grande mídia está todo contaminado com ideologias comunistas que destroem o nosso Brasil. Parabéns Silvio Santos”, escreveu Hang, em referência à notícia de que SBT anunciava o fim do jornalístico SBT Notícias, e que toda a equipe do programa tinha sido demitida. “Ainda falta mais gente para você demitir. Raquel é uma delas”, completou.

A jornalista não demorou a responder ao empresário: “Já está registrado! Empresário chantageia a emissora onde trabalho e ainda vem à público pedir cabeça de jornalista. Já vi esse filme antes. Mas, agora, vai ter processo”, afirmou Sheherazade.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Celebridades

Festa de casamento em Canoas é encerrada devido à pandemia do coronavírus
Pandemia do coronavírus faz Khloé Kardashian e Tristan Thompson morarem juntos de novo
Deixe seu comentário
Pode te interessar