Terça-feira, 13 de Abril de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Saúde Regulador europeu começa a avaliar vacina russa Sputnik V contra o coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Nesta quinta-feira, as autoridades russas se disseram prontas para fornecer vacinas para 50 milhões de europeus a partir de junho, coincidindo com o anúncio da EMA

Foto: Reprodução
Imunização clandestina ocorreu em uma garagem de Belo Horizonte. Duas pessoas foram presas. (Foto: Reprodução)

A EMA (Agência Europeia de Medicamentos) anunciou, nesta quinta-feira (4), que começou a examinar a vacina russa Sputnik V contra o coronavírus, etapa crucial para sua homologação na UE (União Europeia).

“A EMA inicia um estudo contínuo da Sputnik V, uma vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo centro nacional russo Gamaleya de epidemiologia e microbiologia”, informou a agência em um comunicado. Nesta quinta-feira, as autoridades russas se disseram prontas para fornecer vacinas para 50 milhões de europeus a partir de junho, coincidindo com o anúncio da EMA.

“Após a aprovação por parte da EMA, estaríamos capacitados para fornecer vacinas para 50 milhões de europeus a partir de junho de 2021”, disse em um comunicado Kirill Dmitriyev, diretor do fundo soberano russo, que contribuiu para o desenvolvimento da vacina Sputnik V contra o coronavírus.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Falta de recursos atrasa as 16 vacinas contra o coronavírus em estudo no Brasil
Alemanha e Bélgica autorizam a vacina AstraZeneca para maiores de 65 anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar