Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Polícia Rio Grande do Sul registra queda de homicídios e feminicídios em abril; latrocínios aumentam

Compartilhe esta notícia:

Os dados da criminalidade foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública

Foto: Polícia Civil/Divulgação
Os dados da criminalidade foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

O número de homicídios caiu 11,6% em abril no Rio Grande do Sul em relação ao mesmo mês do ano passado. A quantidade de vítimas desse crime recuou de 129, em abril de 2021, para 114 neste ano.

No acumulado nos quatro primeiros meses de 2022, o número de homicídios teve queda de -3,5%, passando de 564 em 2021 para 544. Tanto no recorte mensal quanto no acumulado, os totais atuais são os menores desde 2006. Os dados da criminalidade foram divulgados nesta quinta-feira (12) pela Secretaria da Segurança Pública.

Em Porto Alegre, foi contabilizada uma vítima de homicídio a mais em abril deste ano em relação ao mesmo mês de 2021. O número de casos passou de 24 para 25, uma alta de 4,2%.

Feminicídios 

Após três meses em alta, os feminicídios apresentaram queda em abril no RS. Houve nove vítimas de assassinatos por motivo de gênero no Estado, cinco a menos do que as 14 registradas em abril do ano passado, o que representa uma baixa de 35,7%.

De janeiro a abril de 2022, o RS contabiliza 36 vítimas, duas a mais do que no mesmo período de 2021.

Latrocínios

Entre os crimes contra a vida, o que contrariou a tendência de queda observada no mês passado foi o latrocínio. O número de roubos com morte no Estado passou de três, em abril de 2021, para seis neste ano, um aumento de 100%. Ainda assim, o índice é o quarto menor da série histórica.

Apesar da elevação em abril, o acumulado de latrocínios desde janeiro se mantém na menor soma desde o início da série histórica, em 2002. Foram 20 casos em todo o Estado nos primeiros quatro meses deste ano, um a menos do que no mesmo período de 2021.

Na Capital gaúcha, houve um roubo com morte em abril, número igual ao do mesmo mês de 2021. Na comparação das somas desde janeiro, Porto Alegre contabiliza dois latrocínios neste ano frente a seis ocorridos em igual período do ano passado, o que representa queda de 66,7%.

Roubo de veículos

Entre os principais crimes contra o patrimônio, o roubo de veículos teve nova queda recorde em abril. Foram 328 casos em todo o Estado, 23% menos do que os 426 registrados no mesmo mês de 2021. O dado atual é o menor já contabilizado desde o início da série histórica para o mês, em 2002.

No acumulado, o cenário é semelhante. Houve redução de 20,9% em relação ao período de janeiro a abril do ano passado, com queda de 1.936 ocorrências para 1.532.

Sozinha, Porto Alegre puxou quase metade da retração nos roubos de veículos no acumulado de janeiro a abril em todo o Rio Grande do Sul. Frente a igual período do ano passado, a cidade teve 170 ocorrências a menos, baixando de 786 para 616, uma queda de 21,6% para o menor total contabilizado desde 2010.

Na leitura isolada de abril, a cidade também registrou diminuição no número de casos, que passaram de 171 para 126, uma baixa de 26,3%.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Polícia

“Parem de tentar privatizar nossas empresas públicas”, diz Lula
Bolsonaro sanciona a lei que cria a bula digital e altera o sistema que rastreia medicamentos
Deixe seu comentário
Pode te interessar