Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Grêmio Descartando candidatura ao governo do Estado, Romildo Bolzan confirma permanência na presidência do Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Questões médicas e renovação contratual de Kannemann também foram abordadas. (Foto: Rodrigo Fatturi/Grêmio FBPA)

Em entrevista coletiva à imprensa, realizada na tarde desta quinta-feira (12), o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, afirmou que permanecerá na presidência do Clube até o fim de seu mandato, em dezembro de 2022, descartando sua participação nas eleições ao governo gaúcho.

“Para estar no Grêmio, hoje, eu já renunciei em 2014 como presidente da sigla, assumi o cargo e pretendo concluir esse mandato até o fim. Recebi o convite para concorrer ao governo do Estado e me sinto muito honrado, mas neste momento disse a eles que não poderia aceitar. O que está prevalecendo é o nosso gremismo”, declarou.

Bolzan acrescentou que já deveria ter encerrado o assunto antes para evitar novos questionamentos: “Tivemos uma reunião de avaliação e faço um mea culpa por esta demora. Deixei alguns ambientes terem tomado proporções imediatas. Estou estancando o assunto. A pauta está encerrada, ultrapassada, concluída e definitiva”.

Ao longo da coletiva, Bolzan foi questionado sobre os últimos assuntos abordados pela imprensa, com relação ao Departamento Médico do Grêmio e ao trabalho prestado pelo setor, além da função exercida pelo conselheiro Ciro Simoni como diretor.

“Ele não tem a rotina dos profissionais aqui dentro. É um agente político na relação entre eles e a direção do Clube. Diariamente o médico vem aqui, faz avaliações, prontuários, vivem o dia a dia dos atletas. Têm suas responsabilidades e são competentes nos exercícios de suas funções”, defendeu o dirigente.

Bolzan também falou sobre a situação de Kannemann no Grêmio. “É um dos jogadores mais sanguíneos, comprometidos e dedicados com o futebol. Não tratamos nada com ele até o momento, porque ainda não é hora. Teremos agora mais tempo e tranquilidade para render as homenagens necessárias, reconhecer o momento oportuno e acertar o que preciso for”, concluiu.

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Grêmio

Elenco do Grêmio realiza treinamento focado em finalizações
Lateral-esquerdo Nicolas fala em entrevista coletiva
Deixe seu comentário
Pode te interessar