Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy

Esporte Rosberg vence GP do Brasil e garante vice-campeonato do Mundial de Fórmula 1. Massa é desclassificado

Alemão fez a festa pela segunda vez consecutiva em São Paulo. (Foto: Rodolfo Buhrer/Folhapress)

Com o título da temporada 2015 da Fórmula 1 na posse do britânico Lewis Hamilton, o GP do Brasil, disputado neste domingo (15) em Interlagos (SP),  definiu o vice-campeão do Mundial de Pilotos. O alemão Nico Rosberg, companheiro de Hamilton na equipe Mercedes, venceu a prova de ponta a ponta e chegou aos 297 pontos contra 266 de Sebastian Vettel, da Ferrari, o terceiro colocado da temporada, que não tem mais como alcançar Rosberg tendo apenas o GP de Abu Dhabi, o último do ano a ser disputado no dia 29 deste mês.

Constante durante toda a corrida, Rosberg não sofreu grandes ameaças de Hamilton ao longo das 71 voltas e obteve sua segunda vitória seguida em Interlagos, deixando o colega de equipe em segundo lugar. Desde o colombiano Juan Pablo Montoya, em 2004 e 2005, que um piloto não vencia no Brasil em dois anos consecutivos.

Os brasileiros tiveram um desempenho discreto e não empolgaram o público presente ao autódromo paulistano. Felipe Nasr, da Sauber, foi apenas o 14º colocado, enquanto Felipe Massa finalizou a prova em oitavo, mas acabou desclassificado horas após a bandeirada devido a uma irregularidade no pneu traseiro direito de sua Williams.

A quarta colocação no penúltimo GP da temporada ficou com o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, seguido pelo compatriota Valteri Bottas, companheiro de Massa na Williams. O alemão Nico Hulkenberg, da Force India, e o russo Daniil Kvyat, da Red Bull, chegaram em sexto e sétimo lugar, respectivamente. O francês Romain Grosjean, da Lotus, e o holandês Max Verstappen, da Toro Rosso, completaram o “top-10”.

Desclassificação

Felipe Massa, da Williams, largou em oitavo e se manteve durante quase toda a corrida na mesma posição. O brasileiro, porém, foi desclassificado horas após a corrida. Os comissários da FIA identificaram que um dos pneus do carro do brasileiro não seguia as regras.

Brasileiro Felipe Massa acabou excluído da prova por irregularidades no pneu traseiro da sua Williams. (Foto: Beto Issa/Folhapress)

Brasileiro Felipe Massa acabou excluído da prova por irregularidades no pneu traseiro da sua Williams. (Foto: Beto Issa/Folhapress)

Em testes realizados antes do início da prova, foi identificado que o pneu traseiro direito do carro estava com 137°C de temperatura, 27ºC acima do limite de 110ºC. Além disso, a pressão do composto também estava abaixo do limite em 0.1 psi.

A Williams declarou que irá recorrer da decisão dos comissários.

 

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

Cristiano Ronaldo diz que pretende abandonar o futebol daqui a quatro ou cinco anos
Valdívia sofre lesão e vira problema para o Inter
Deixe seu comentário
Pode te interessar