Terça-feira, 22 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

Saúde Rússia pretende registrar vacina nasal contra o coronavírus em 2022

Compartilhe esta notícia:

Os pesquisadores russos planejam que a vacina nasal seja administrada em duas doses

Foto: Reprodução
Os pesquisadores russos planejam que a vacina nasal seja administrada em duas doses. (Foto: Reprodução)

O Instituto Gamaleya, na Rússia, está desenvolvendo uma alternativa à vacina Sputnik V. É uma vacina nasal.

O diretor do Centro de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia do Instituto Gamaleya, Alexander Ginzburg, espera registrar a vacina em 2022 se os ensaios clínicos tiverem êxito.

“O centro está realizando trabalhos em diversas áreas de criação e aprimoramento das vacinas contra Covid-19. Uma das iniciativas é fazer a vacina nasal. No momento, estão sendo feitos ensaios pré-clínicos dessa vacina. Planejamos começar testes clínicos no final deste ano ou no início de 2022, com registro planejado para 2022 conforme os resultados dos testes”, disse o diretor.

Segundo Ginzburg, um dos principais benefícios da vacina intranasal é a quase ausência de potenciais efeitos colaterais. Os pesquisadores russos planejam que a vacina nasal seja administrada em duas doses, mas também não descartam que ela possa ser dada em dose única.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

G7 e União Europeia poderiam doar mais de 150 milhões de vacinas contra o coronavírus para Covax
Laboratório Sanofi anuncia resultados positivos de testes da sua vacina contra a Covid-19
Deixe seu comentário
Pode te interessar