Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Partly Cloudy

CAD1 A Rússia testou com sucesso um míssil hipersônico

O líder russo ainda pediu uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU. (Foto: Kremlin)

A Rússia anunciou neste domingo (11) que lançou com sucesso um míssil hipersônico, que o presidente Vladimir Putin chamou de “arma ideal” quando apresentou uma série de armas de nova geração, no começo do mês.

O míssil de alta precisão Kinzhal (Punhal) foi lançado de um avião supersônico MiG-31 que decolou de uma base do distrito militar sul da Rússia, anunciou o ministério da Defesa.

“O lançamento aconteceu como se esperava, o míssil hipersônico alcançou o objetivo”, afirmou o ministério.

O míssil Kinzhal integra a série de novas armas da Rússia que Putin revelou no início de março, poucos dias antes da eleição presidencial de 18 de março.

Putin afirmou na ocasião que o míssil voa a uma velocidade 10 vezes superior a do som.

Contrato

O Ministério da Defesa russo assinou um contrato de produção em série dos novos mísseis hipersônicos nucleares Avangard, disse o vice-ministro da Defesa, Yuri Borisov, em entrevista ao jornal Zvezda.

“O sistema Avangard, que o presidente [da Rússia, Vladimir Putin, antes da Assembleia Federal] se referiu já foi posto à prova. Digo mais, temos um contrato para a produção em série desses sistemas, por isso não é um blefe, mas coisas reais”, disse ele.

Além disso, o vice-presidente apontou que a indústria russa está preparada para produzir os modernos mísseis transcontinentais Sarmat em quantidade, necessários para o Ministério da Defesa da Rússia.

Borisov acrescentou que os sistemas hipersônicos Kinzhal, que serão implantados em combatentes interceptores, podem destruir porta-aviões, destruidores e cruzadores do potencial inimigo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de CAD1

O dono das lojas Riachuelo admite que poderá se candidatar a presidente da República
O Estado norte-americano da Flórida aprovou o limite, mas não a proibição de casamento de menores de idade
Deixe seu comentário
Pode te interessar