Terça-feira, 03 de agosto de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Porto Alegre Saiba como foi o primeiro dia de controle sanitário no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Estratégia tem com foco a testagem de passageiros que chegam à cidade. (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

Localizado na Zona Norte de Porto Alegre, o Aeroporto Internacional Salgado Filho teve nesta segunda-feira (14)  o seu primeiro dia de controle sanitário, a fim de conter a entrada de variantes do coronavírus por meio de indivíduos que desembarcam na capital gaúcha. Das 14h às 17h, foram realizados 68 testes rápidos, todos negativos.

Os primeiros procedimentos foram aplicados em passageiros de voos provenientes de Curitiba (PR) São Paulo, Campinas (SP) e Rio de Janeiro. Coordenada pela Secretaria de Saúde da cidade, a operação contou com a presença do prefeito Sebastião Melo, que acompanhou parte dos trabalhos junto com outros integrantes da equipe.

“A finalidade da ação é promover a identificação e a testagem, já no aeroporto, de pessoas sintomáticas ou assintomáticas que possam ter tido contato com novas variantes do coronavírus, minimizando o impacto da entrada na cidade das chamadas variantes de preocupação [VOC], que possam elevar os índices locais de contágio”, reiterou a administração municipal.

A experiência iniciada nesta segunda-feira foi apresentada em reunião promovida pela Frente Nacional de Prefeitos  (FNP) no final da tarde, em encontro com diversas autoridades. Na pauta, a realização de operações semelhantes em outros aeroportos do País.

Participaram da conversa o prefeito Sebastião Melo e também o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o secretário municipal de Saúde, Mauro Sparta, e o diretor da Vigilância em Saúde municipal, Fernando Ritter, além de representantes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da concessionária Fraport.

Na logística está a proposta de abordagem de passageiros que chegam a Porto Alegre com origem do exterior, independente de escala prévia no Brasil. Na lista também estão passageiros de viagens domésticas com origem nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, onde já há confirmação da chamada variante “Delta” (indiana).

A duração prevista é de 14 dias corridos, com 14 voos domésticos diários. Por semana, também há chegada prevista de quatro voos internacionais, provenientes do Panamá.

Detalhamento

O controle terá as seguintes etapas: identificação do passageiro: nome completo, telefone, e-mail, endereço de moradia ou do local da estadia em Porto Alegre, cidade/país origem da viagem, itinerário nos últimos 14 dias; triagem quanto à presença de sinais e sintomas; e oferta de testagem, com Teste Rápido de Antígeno (TR Ag).

Em caso de resultado positivo, será disponibilizada a possibilidade da coleta de Teste de RT-PCR, conforme avaliação da equipe, além de orientação estrita de quarentena por 14 dias.

São parceiros da prefeitura a Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Fraport Brasil, empresas aéreas Latam, Azul, Gol e Copa, além da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

(Marcello Campos)

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Começa a vacinação contra o coronavírus para os porto-alegrenses de 53 anos
Obras do Dmae deixam mais de 20 bairros sem água nas Zonas Norte e Sul de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar