Domingo, 17 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Saúde Saiba por que dormir menos dá mais fome

Compartilhe esta notícia:

Estudo constatou que quem passava menos tempo na cama consumia, em média, 385 calorias a mais por dia. (Crédito: Reprodução)

Após analisar 11 estudos, pesquisadores comprovaram: poucas horas de sono influenciam no aumento do apetite e na escolha do alimento. Essa relação já era observada por especialistas, mas a análise publicada no European Journal of Clinical Nutrition confirma a hipótese. Os levantamentos incluem pessoas com privação parcial do sono, que dormiam entre três horas e meia e cinco horas e meia por noite.

Constatou-se que quem passava menos tempo na cama consumia, em média, 385 calorias a mais por dia – o equivalente a um hambúrguer com queijo. A explicação é que dormir pouco pode desregular hormônios relacionados ao apetite, como a grelina e a leptina, o que faz com que se coma mais. Os pesquisadores indicam ainda que o consumo extra de calorias também pode ocorrer porque as pessoas ficam mais cansadas e buscam recarregar as energias através da comida, principalmente de alimentos doces e gordurosos.

“O sono é uma recuperação. Quando sofre a privação, busca-se o prazer em outra coisa e a comida está relacionada ao prazer. A pessoa sabe que terá a satisfação garantida ali. Essa procura por alimentos mais calóricos tem mais a ver com isso do que com a desregulação hormonal”, diz Francisco Tostes, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

A nutricionista Mariana Paes explica que sempre foi uma orientação que se durmam, em média, de seis a oito horas por noite. Caso contrário, todo ciclo do dia fica comprometido.

“Com o sono prejudicado, escolhem-se alimentos gordurosos, que fornecem energia. É como uma recompensa”, avalia Mariana, que indica alimentos de fácil digestão e de chás, como camomila e maracujá, antes de dormir para ajudar a pegar no sono.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Veja as famosas que já foram criticadas pela magreza excessiva
Cuidado: as lâmpadas inteligentes de sua casa podem ajudar a introduzir vírus nos seus aparelhos eletrônicos
Deixe seu comentário
Pode te interessar