Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Cultura Secretaria da Cultura lança edital para projetos audiovisuais entre Brasil e Argentina

Compartilhe esta notícia:

Secretária Beatriz apresentou um balanço das ações de um ano de governo

Foto: Rafael Varela/Sedac

Ao final da coletiva de imprensa para balanço das ações de um ano de governo, na manhã desta segunda-feira (16), na Casa de Cultura Mario Quintana, a secretária da Cultura, Beatriz Araujo, anunciou o lançamento do FAC Audiovisual Entre Fronteiras.

Beatriz, por meio do IECine (Instituto Estadual de Cinema), do Pró-Cultura RS e do IAAviM (Instituto de Artes Audiovisuais do Governo da Provincia de Misiones) – Argentina – anunciou a abertura das inscrições para o concurso, com editais idênticos propostos pelo Rio Grande do Sul e Misiones (Argentina).

O lançamento contou com a presença de Axel Monsú, presidente do IAAviM; Eva Macarena Rodríguez, conselheira diretiva do IAAviM; Zeca Brito, diretor do IECine; e Rafael Balle, diretor de Fomento.

O concurso proposto pelas representações culturais de cada país vai destinar um total de R$ 400 mil para oito produções, sendo R$ 200 mil financiados pelo RS e os outros R$ 200 mil pelo Estado argentino – assim, cada projeto contemplado receberá R$ 50 mil. A principal exigência do edital será em relação aos temas dos filmes, que deverão abordar assuntos comuns aos dois Estados: missões jesuíticas, cultura guarani, rios e/ou culturas de fronteira.

Além disso, cada projeto deverá contemplar pelo menos dois profissionais de cinema residentes em cada país: o edital do RS terá profissionais de Misiones em sua ficha técnica, enquanto o edital do IAAviM apresenta a exigência de incluir dois profissionais do RS vinculados à APTC (Associação de Profissionais e Técnicos de Cinema do RS) em cada projeto.

Os acordos foram realizados a fim de vincular econômica e criativamente os setores audiovisuais de ambos os territórios e são resultado do convênio da Rede Audiviosual Entre Fronteiras, em cooperação com o IECine e o IAAviM. As inscrições ficam abertas até 31 de março e o regulamento está disponível no site do Pró-Cultura RS.

Ainda durante o balanço das ações da secretaria recriada na gestão do governador Eduardo Leite, Beatriz destacou que a Sedac captou, em 2019, R$ 26 milhões entre editais e emendas parlamentares.

Na última sexta-feira (13), saiu a prorrogação, até outubro de 2020, do Convênio ICMS 77/19/ Confaz, que garante a operação do Pró-cultura RS. O anúncio foi feito pelo diretor Rafael Balle. Ele aproveitou para explicar a proposta de alterações no Sistema Pró-cultura RS – que deve ser encaminhada à Assembleia Legislativa nos próximos dias.

O programa RS Criativo também foi citado durante a coletiva. Em funcionamento desde junho, no 3º andar da Casa de Cultura Mario Quintana, fechou 2019 com 16 incubados, 50 empreendimentos habilitados e 100h de mentoria. Este ano, a Sedac também cumpriu interiorizações em nove municípios que contemplam a região de entorno dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento, os Coredes – e já está traçando o roteiro para 2020.

A conquista definitiva da sede do MACRS (Museu de Arte Contemporânea), que irá para o 4º Distrito de Porto Alegre e a ampliação do MARGS deu o tom de fechamento da coletiva, apontando para as prioridades do próximo ano.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cultura

Governo descarta greve nacional de caminhoneiros
Rio Grande do Sul é o primeiro Estado a assinar uma escritura pública no formato digital
Deixe seu comentário
Pode te interessar