Sábado, 05 de Dezembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Fair

Geral Secretaria da Segurança recebe visita da ministra Damares Alves nesta segunda-feira, dia 26

Compartilhe esta notícia:

No encontro haverá simulado da tecnologia de reconhecimento facial

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Damares Alves agraciada com a Medalha da 55ª Legislatura da Assembleia Legislativa no Palácio Farroupilha. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Em roteiro pela capital na próxima segunda-feira (26), a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, fará visita à Secretaria da Segurança Pública (SSP), onde será recebida pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior.

No encontro, às 14h, será realizada prova de conceito de tecnologia de reconhecimento facial integrada às câmeras de videomonitoramento gerenciadas pelo Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI) da SSP. O evento é uma simulação de como poderá operar no futuro o sistema previsto na Lei nº 15.460/2020, que cria o Banco de Dados de Reconhecimento Facial e Digital para Prevenção ao Desaparecimento de Crianças e Adolescentes.

A norma nasceu de iniciativa do deputado estadual Tenente-coronel Zucco, que também participará do encontro. O texto prevê a integração entre o banco de dados do Instituto-Geral de Perícias (IGP) e o sistema de cercamento eletrônico da SSP, para acelerar a busca e localização de pessoas menores de 18 anos a partir do reconhecimento por vídeo. A diretora-geral do IGP, Heloisa Kuser, também acompanhará a visita.

A realização do teste partiu da manifestação de interesse da ministra Damares em ampliar essa ideia nacionalmente. A prova de conceito será executada sem qualquer custo, por meio da cedência de software pela empresa que já opera o serviço de cercamento eletrônico para identificação de veículos. A implantação do reconhecimento facial no sistema de câmeras do Estado depende de nova contratação e não há previsão para início desse processo.

Em respeito aos protocolos de prevenção contra a Covid-19, o evento será restrito às autoridades mencionadas. A medida é necessária uma vez que o DCCI também é responsável pela central telefônica do 190, e o ingresso no espaço onde funciona o teleatendimento está permitido exclusivamente aos operadores, de forma a impedir surto de contaminação, o que poderia prejudicar o atendimento à população.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

O Instituto Nacional de Meteorologia emite alerta e solicita atenção redobrada em barragens de MG
Fóssil achado em Minas Gerais pode revelar novidades sobre dinossauros
Deixe seu comentário
Pode te interessar