Sábado, 22 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
26°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Política Simone Tebet é oficializada como pré-candidata à Presidência da República pelo MDB

Compartilhe esta notícia:

Até o momento, ela é a primeira mulher a anunciar que irá disputar o Palácio do Planalto no ano que vem

Foto: Reprodução de TV
Até o momento, ela é a primeira mulher a anunciar que irá disputar o Palácio do Planalto no ano que vem. (Foto: Reprodução de TV)

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) foi oficializada, nesta quarta-feira (08), como a pré-candidata do MDB à Presidência da República para as eleições 2022. Até o momento, ela é a primeira mulher a anunciar que irá disputar o Palácio do Planalto no ano que vem.

A pré-candidatura foi aprovada no início do evento pelo presidente do MDB, o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), presidente nacional da sigla. Em vídeo institucional exibido após a oficialização, a senadora destaca sua experiência política e que diz que quer ser “a próxima presidente da República”.

O evento foi realizado no Hotel San Marco, em Brasília e contou com integrantes da cúpula nacional do partido, bem como deputados e senadores MDBistas. Também foi destacada a presença de Bruno Araújo, presidente do PSDB, e Luciano Bivar, presidente do União Brasil – citados por Tebet como integrantes de um “pacto nacional”.

Em sua primeira declaração como pré-candidata, Tebet destacou figuras históricas do MDB, como Ulysses Guimarães e o pai Ramez Tebet, as militâncias do partido atuantes nos núcleos de mulheres, diversidade e trabalhistas, e os atuais políticos que compõem a bancada na Câmara e Senado, bem como líderes dos Executivos municipais.

Ao comentar sua trajetória político-partidária e dizer que “o Brasil não pode mais estar à mercê de aventureiros”, Tebet afirmou, no entanto, que o que a motivou a aceitar o convite do partido foi o agravamento da fome no Brasil.

“Cinco milhões de crianças vão dormir com fome. Há vinte milhões de brasileiros que ficam dia sim e dia não sem se alimentar. Esse é um Brasil que exige coragem, altruísmo”, disse.

Como também ressaltado nas falas anteriores à Tebet, nas quais discursaram líderes e políticos do MDB, a senadora colocou-se como cumpridora de uma “missão” estabelecida pela legenda a fim de ser “uma nova esperança para o Brasil” – slogan inicial da pré-candidatura exposto no evento.

Ao longo da fala, a senadora não citou diretamente o nome de seus possíveis concorrentes no pleito de 2022, mas teceu críticas ao governo de Jair Bolsonaro (PL) ao comentar sobre uma gestão que “cria crises artificiais, promove a discórdia e a polarização”, afirmou.

“Aceito ser pré-candidata pelo MDB porque hoje é a história que convoca o MDB a agir, e o MDB não pode se fechar ao chamamento da história”, declarou. “Essa missão tem um clamor da urgência, a urgência porque o novo povo está morrendo de fome depois de centenas de milhares terem morrido por uma saúde negacionista”, complementou, comentando sobre a pandemia de Covid-19.

Tebet ainda citou outros grandes temas em seu discurso, como políticas ambientais e sua relação com o agronegócio, necessidade de reformas estruturantes e planos de desenvolvimento, amplificação do acesso à internet, ampliação do SUS e a proteção à minorias do País.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Ex-prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer diz que sua gestão não teve responsabilidade sobre a tragédia na boate Kiss
Secretaria da Saúde orienta sobre raiva em morcego no bairro Tristeza, na Zona Sul de Porto Alegre, nesta quinta-feira
Deixe seu comentário
Pode te interessar