Sábado, 27 de novembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Light Rain

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Taxa de infecção mundial por Covid-19 está próxima do valor mais alto segundo OMS; Brasil ocupa terceiro lugar em aumento de casos

Compartilhe esta notícia:

O número de óbitos também aumentou pela quarta semana consecutiva, alta de 7% em relação à semana anterior, com mais de 76 mil mortes notificadas.

Foto: Reprodução
O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, criticou o que ele chama de 'nacionalismo das vacinas', quando os países mais pobres sofrem com a pouca vacinação. (Foto: Reprodução)

O diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom, disse nesta sexta-feira (16) que o número de novos casos de Covid-19 por semana, em nível mundial, quase duplicou nos últimos dois meses e está próximo do valor mais elevado registrado até agora. A situação na Índia é uma das mais preocupantes atualmente, pois o País registrou, no último mês, o maior número de casos da doença no mundo.

“Os casos de infecção e as mortes continuam a aumentar a uma velocidade preocupante”, alertou Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

No último relatório, divulgado no dia 13 de abril, a OMS informou que o número de casos de Covid-19 no mundo aumentou pela sétima semana consecutiva, com mais de 4,5 milhões de novos registros na última semana. O número de óbitos também aumentou pela quarta semana consecutiva, alta de 7% em relação à semana anterior, com mais de 76 mil mortes notificadas.

Os maiores aumentos de novos casos ocorreram na Índia (873.296 novos casos, alta de 70%), Estados Unidos (468.395, aumento de 5%), no Brasil (com 463.092 novos casos, redução de 8%), na Turquia (353.281, avanço de 33%) e na França (265.444, alta de 9%).

Toda semana surgem, em território europeu, mais de 1,6 milhão de novos infectados, apesar das restrições impostas pelos vários países e da campanha de vacinação em curso.

Índia

A situação na Índia é uma das mais preocupantes atualmente, já que o país teve o maior número de casos de Covid-19 no mundo no último mês. A Índia voltou a registrar, nesta sexta-feira, um recorde de novas infecções, impulsionado pelas aglomerações em eventos religiosos e comícios eleitorais.

O País notificou 217.353 novos casos nesta sexta-feira, o que marca o oitavo dia consecutivo de aumento diário recorde. A Índia é o segundo País, em nível mundial, com o maior número de casos, cerca de 14,3 milhões. Registra ainda um total de 174.308 mortes desde o início da pandemia.

Enquanto luta contra uma segunda onda da pandemia de covid-19, com novas restrições impostas em Mumbai, Nova Delhi e outras cidades, aumentam os apelos para que as autoridades acelerem o programa de vacinação, já que os hospitais estão superlotados

Até agora, a Índia já administrou 115 milhões de doses de vacinas, o terceiro maior número no mundo, depois dos Estados Unidos e da China. No entanto, esse número de doses administradas cobre apenas uma pequena fração dos seus 1,35 bilhão de habitantes. A desaceleração na vacinação justifica-se pela falta de vacinas no país, que até agora foi um grande exportador.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Bolsonaro nomeia André de Sousa Costa para chefiar a Secom
Contágio não garante aos jovens imunidade em caso de reinfecção de Covid-19
Deixe seu comentário
Pode te interessar