Segunda-feira, 25 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

Notícias Um pastor evangélico foi preso por suspeita de estuprar uma criança na Região Metropolitana de Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Iniciativa conjunta dá apoio a lideranças comunitárias que trabalham com direitos das mulheres. (Foto: EBC)

Após investigação, agentes da Polícia Civil gaúcha prenderam um pastor evangélico na cidade de Sapucaia do Sul (Região Metropolitana de Porto Alegre), por suspeita de estupro contra uma uma menina de 11 anos. O crime teria ocorrido dois anos atrás e havia sido comunicado às autoridades por um irmão da criança, duas semanas antes, em Canoas.

De acordo com a testemunha familiar, a garota frequentavam com a família um templo no bairro Fortuna, em Sapucaia do Sul, onde atuava o líder religioso. As investidas sexuais teriam começado quando a criança – hoje uma adolescente de 13 anos – começou a participar de um grupo de jovens coordenado pelo pregador.

Em seguida, passaram a acontecer encontros dela com o suspeito, na casa dele, e até mesmo em motéis da região. “Foi praticado sexo oral, anal e vaginal, comprovados através de perícia física e psíquica”, detalhou a Polícia Civil.

O relato do irmão resultou na abertura de inquérito na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Canoas. Ao saber da denúncia, o pastor (cuja identidade e outros detalhes não foram divulgados) colocou o seu carro e móveis à venda na internet, supostamente para fugir da cidade, concluíram os investigadores.

Manifestações

Segundo a Delegada Luciane Bertoleti afirma que “foi uma investigação complexa e com muitos detalhes a serem esclarecidos, que culminaram com a autoria e materialidade do crime.”

“O crime de estupro é grave e contra criança é gravíssimo”, frisou o titular da 2ª DPRM (Delegacia de Polícia Regional Metropolitana), Regional Canoas, Mario Souza. “A sociedade deve denunciar qualquer caso de violência sexual, para que não fique impune.”

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

A Receita Federal oferece diversas opções de atendimento aos contribuintes gaúchos por telefone ou na internet
Mais de 130 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe em Porto Alegre durante a primeira semana de imunização
Deixe seu comentário
Pode te interessar