Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Política “Vida e economia andam de braços dados”, diz Bolsonaro sobre fechamento do comércio por causa do coronavírus

Compartilhe esta notícia:

O presidente participou da cerimônia de comemoração dos 160 anos de fundação da Caixa

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Juristas acham difícil que a ação do PDT contra o presidente da República avance. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro reiterou nesta terça-feira (12) a sua contrariedade ao fechamento total do comércio por causa da pandemia de coronavírus em algumas cidades brasileiras.

Durante a cerimônia de comemoração dos 160 anos de fundação da Caixa Econômica Federal e da caderneta de poupança no Brasil, Bolsonaro disse que não se pode falar em saúde sem emprego e que “vida e economia andam de braços dados”.

“Eu peço a Deus que ilumine governadores e prefeitos para que não fechem tudo. Essa não é a política correta. Vida e economia andam de braços dados. Não podemos falar em saúde sem emprego”, declarou o presidente na cerimônia, que ocorreu no Palácio do Planalto.

Sobre a comemoração dos 160 anos da Caixa, Bolsonaro destacou que o banco público levou paz à população ao ajudá-la a receber o auxílio emergencial. “Em momentos difíceis como a pandemia, [a Caixa] criou, em poucos dias, mais de 60 milhões de contas. Trabalhamos para levar paz aos homens e mulheres do Brasil.”

Em seu discurso, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o banco teve lucro recorde em 2020 com os créditos imobiliários concedidos à população . “Em 20 dias, 50 milhões de brasileiros receberam o auxílio emergencial. E, em meio à pandemia, batemos o recorde de crédito imobiliário. Em consequência, a Caixa nunca ganhou tanto dinheiro com o crédito imobiliário.”

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Governo do RS investirá R$ 21 milhões na construção do Centro de Atendimento Socioeducativo de Osório
Rio Grande do Sul registra 3.935 novos casos de Covid-19 e mais 121 mortes provocadas pela doença
Deixe seu comentário
Pode te interessar