Últimas Notícias > Colunistas > Fatos históricos do dia 17 de setembro

A Volkswagen planeja lançar um carro elétrico no Brasil em dois anos

Batizado de ID.3, modelo é o primeiro a ser produzido em uma plataforma própria para esse tipo de tecnologia. (Foto: Reprodução de internet)

A Volkswagen deve lançar seu carro elétrico no Brasil no fim de 2021. Foi o que disse  Jürgen Stackmann, chefe global da marca para vendas, marketing e pós-venda, no Salão de Frankfurt, na Alemanha.

Herbert Diess, presidente executivo da Volkswagen, apresentou no evento o primeiro carro elétrico da marca produzido em uma plataforma própria para esse tipo de tecnologia. Até então, os veículos elétricos da montadora eram adaptações de modelos fabricados em plataformas preparadas para produzir carros movidos a combustíveis fósseis.

Batizado de ID.3, sigla para inteligência e design, o novo carro tem sido divulgado como o “elétrico popular” da Volkswagen e inicialmente será vendido a € 30 mil, para sua versão mais básica, na Europa. A intenção é introduzir a mobilidade elétrica para o mercado de massa. As entregas começaram na Alemanha em meados de 2020.

Stackmann afirmou que a Volkswagen pretende lançar outros carros elétricos da família ID e disse que um deles será levado ao Brasil e à América do Sul o mais rápido possível, considerando que o fim de 2021 é uma “boa época” para isso. “É um ótimo carro para cidades como São Paulo”, disse. De acordo com Pablo Di Si, presidente da Volkswagen para a América do Sul e Caribe, a definição sobre o período para lançar se dará no fim do ano.

Poder de compra

Não há planos, por enquanto, de produzir um automóvel elétrico no Brasil, disse Stackmann. “A indústria brasileira não está pronta para produção em massa de carros elétricos e o preço seria muito alto para o que o mercado está disposto a pagar”, afirmou.

O ID.3 tem autonomia de 550 quilômetros e, com uma carga de 30 minutos em uma tomada de 100 kW, poderá rodar mais 290 quilômetros antes de ser recarregado novamente.

O lançamento de um “elétrico popular” é um passo do grupo para atingir a emissão zero carbono em todos seus carros até 2050. Só a marca Volkswagen promete investir cerca de € 9 bilhões em mobilidade elétrica até 2023, com mais de 20 modelos em desenvolvimento.

Fuscas

A Volkswagen anunciou uma nova maneira para que os proprietários de fuscas convertam seus veículos em carros movidos à energia elétrica. A montadora vai disponibilizar todas as peças para a modificação e uma empresa alemã, chamada eClassic, será responsável pela modernização do motor.

Em vez de acoplar novos motores elétricos e baterias às correntes de transmissão existentes nos carros, a VW vai fornecer à eClassics todas as peças necessárias para que o motor inteiro seja substituído. Essas novas peças, produzidas em série, são as mesmas presentes no E-UP, carro totalmente elétrico da montadora.

 

Deixe seu comentário: