Últimas Notícias > Colunistas > Mais histórias de amigos e desconhecidos

Antônio Hohlfeldt assumiu a presidência da Fundação Theatro São Pedro

Hohlfeldt assume a partir desta quarta-feira. (Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini)

Antônio Hohlfeldt assume, a partir desta quarta-feira (14), a presidência da Fundação Theatro São Pedro. Segundo ele, o cargo é assumido “com a admiração e o carinho de um filho”. “Dona Eva era como uma mãe para mim. Fazer um bom trabalho é uma responsabilidade pessoal minha com ela. Estou triste pela perda, mas muito alegre e honrado em assumir a função que ela cumpria como ninguém”, disse Hohlfeldt.

O jornalista e professor tem a missão de substituir Eva Sopher. Falecida em fevereiro, aos 94 anos, ela conquistou o respeito de todos e ficou conhecida como a guardiã do Theatro São Pedro. “Dos 160 anos de história da casa, 40 ficaram nas mãos da dona Eva. Ela fez um belo trabalho, tinha uma dedicação incrível. A nomeação do Antônio Hohlfeldt tem um caráter de continuidade, é como uma ponte para manter essa ligação com a dona Eva. E, obviamente, tem toda a qualificação individual do novo presidente. Está em boas mãos”, explicou o secretário da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Victor Hugo.

De acordo com a Casa Civil, a nomeação conta a partir desta quarta-feira (14). A posse oficial será no próximo dia 27 de março, que é o Dia Mundial do Teatro. Na mesma data, dona Eva vai receber uma homenagem póstuma: o complexo cultural Multipalco Theatro São Pedro vai passar a se chamar Multipalco Eva Sopher.

“Na ocasião, devo apresentar a programação dos 160 anos de história do teatro. Nosso primeiro desafio é concluir o projeto Multipalco. E o segundo é o dia a dia. As pessoas não imaginam todo o trabalho que é feito por trás, antes de abrir as cortinas”, contou Hohlfeldt.

Antônio Hohlfeldt tem 69 anos e já foi vice-governador do Estado do Rio Grande do Sul. Sempre ligado à vida acadêmica, com ampla produção e livros publicados, Hohlfeldt tem graduação em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, mestrado e doutorado em Letras pela (PUCRS) Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, onde é professor titular. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Sul-Rio-grandense e Brasileira, e na área de Comunicação Social, especialmente em Teoria da Comunicação e História do Jornalismo, atuando principalmente nos temas relacionados às artes cênicas, criação dramática, teoria e história do jornalismo, comunicação social e teoria da comunicação.

Deixe seu comentário: