Últimas Notícias > Notícias > Brasil > PF realiza buscas no Congresso e foca em líder do governo Bolsonaro no Senado

Dólar volta a subir e fecha acima de 4 reais

A disparada pode refletir de forma positiva para o segmento exportador.(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

O dólar voltou a subir nesta sexta-feira (16) e fechou a R$ 4, ganho de 0,37%. Esta é a quinta semana seguida de alta da moeda americana, com valorização de 1,5% desde segunda (12). Desde que iniciou a trajetória de alta em julho, com a piora do cenário econômico, o dólar subiu 6,87%, saindo de R$ 3,73 para R$ 4.

Na quinta (15), a moeda cedeu 1,26% ante real e foi para R$ 3,99 com o anúncio de interferência do Banco Central. A instituição irá oferecer vendas de dólar à vista e contratos de swap cambial por uma semana, a partir da próxima quarta (21).

A intenção é oferecer mais liquidez do mercado e evitar uma disparada da moeda. Com o risco de recessão global, investidores buscam sair de aplicações de risco, como emergentes, para aplicações mais seguras, como títulos do tesouro americano.

Em apenas cinco pregões, de 8 a 14 de agosto, estrangeiros retiraram R$ 4 bilhões da Bolsa brasileira. No ano, há um déficit de R$ 18,8 bilhões.

Além da guerra comercial, que impacta a economia global, a crise na Argentina também contribui para a saída desses investidores do Brasil. Além de ser o terceiro maior parceiro econômico do país e, assim, ter impactos diretos na economia brasileira, a Argentina contagia o Brasil por estar no mesmo grupo de investimentos sob a ótica dos estrangeiros, os emergentes da América Latina.

Deixe seu comentário: