Últimas Notícias > Notícias > A “Primavera dos Museus” agita a programação cultural de Porto Alegre nesta semana

Com Neymar em campo, Brasil e Colômbia empatam em 2 a 2 em amistoso nos Estados Unidos

O amistoso foi realizado em Miami, nos Estados Unidos. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

A Seleção Brasileira e a Colômbia empataram em 2 a 2, na noite desta sexta-feira (06), em um amistoso realizado nos Estados Unidos. De volta aos gramados após três meses, Neymar foi o autor de um dos gols no Hard Rock Stadium, em Miami. No seu primeiro compromisso após a conquista da Copa América, o Brasil contou novamente com o craque, que não disputou a competição por causa de uma lesão no tornozelo direito.

Recuperado há algum tempo, ele não vinha entrando em campo por problemas com seu clube, o Paris Saint-Germain. Depois de pedir para sair da equipe francesa e não ser atendido, o camisa 10 precisou ser convocado por Tite para atuar pela primeira vez na temporada 2019/20 do calendário europeu. E aproveitou um passe do amigo Daniel Alves para evitar a derrota brasileira. Casemiro tinha aberto o placar, de cabeça, mas a defesa vacilou bastante e chegou a permitir a virada, em dois gols de Muriel.

Logo ficou claro que a zaga brasileira não teria a firmeza exibida recentemente. Em menos de 15 minutos de amistoso, a Colômbia já havia chegado com perigo em três oportunidades, duas pelo alto, uma pelo chão. Já o Brasil, embora tivesse maior posse de bola, encontrava dificuldades para penetrar na defesa.

Apesar dos problemas, a seleção saiu na frente, após chute de fora da área de Philippe Coutinho que acabou gerando escanteio. Neymar fez a batida, da direita, e Casemiro subiu bem para marcar de cabeça, aos 19 minutos, castigando os colombianos, de forte presença na Flórida e maioria no estádio.

Eles não lamentariam, porém, por muito tempo. Aos 25 minutos, Muriel cobrou pênalti tolo cometido por Alex Sandro, que tentou usar o pé em jogada de bola aérea dentro da área. A virada foi obtida aos 34, em saída de bola rápida que pegou a zaga verde-amarela de surpresa. Marquinhos foi chapelado e viu Muriel bater na saída de Ederson.

Neymar poderia ter empatado ainda no primeiro tempo, mas acabou sendo bloqueado pelo companheiro Firmino. No segundo, a bola entrou. Aos 13 minutos, Philippe Coutinho achou lindo passe por cima para Daniel Alves, que achou o amigo na pequena área para empatar.

O camisa 10 voltou a aparecer na área, aos 28, quando levou um forte tranco de Sánchez pelas costas, mas não teve atendidos seus pedidos de pênalti. Ele e Tite tiveram de se contentar com o empate e só puderam fazer isso por causa de um erro feio de Díaz, dentro da área, no finalzinho do duelo.

Ficha técnica

Brasil: Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho (Bruno Henrique); Richarlison (David Neres), Roberto Firmino (Lucas Paquetá) e Neymar. Técnico: Tite.

Colômbia: Ospina, Medina (Orejuela), Davinson Sánchez, Mina, Tesillo, Barrios, Uribe (Lerma), Cuadrado (Yairo Moreno), Muriel (Berrío), Zapata (Borré), Roger Martínez (Luis Días). Técnico: Carlos Queiroz.

Arbitragem: Ismail Elfath (EUA), auxiliado por Corey Parker (EUA) e Adam Wieckowski (EUA).

 

Deixe seu comentário: