Últimas Notícias > Notícias > Política > Rede de academias já conta oito clientes presos na Operação Lava-Jato

FCDL-RS projeta crescimento entre 4% e 5% nas vendas do Dia das Crianças

Brinquedos e produtos tecnológicos devem ser os presentes mais procurados, gerando um ticket médio em torno de R$ 199,00. (Foto: Reprodução)

Mais um Dia das Crianças está chegando e a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS projeta um crescimento entre 4% e 5% no volume de vendas na comparação com o mesmo período de 2018. A data é um fator que ajuda, também, a impulsionar o comércio varejista no mês de outubro.

Mesmo que o atual cenário da economia no Rio Grande do Sul e no Brasil não seja aquele esperado por todos no início do ano, o Dia das Crianças, tradicionalmente, faz os pais ou responsáveis irem às compras, buscando presentear os públicos infantil e adolescente.

– Temos dois fatores que ajudam a fomentar as vendas no Dia das Crianças, a liberação de recursos do FGTS e a queda da SELIC, que torna os investimentos menos atrativos e leva muitas pessoas a buscarem a aquisição de bens duráveis como meio de uso do dinheiro que eventualmente esteja sobrando. Além disso, há o aspecto emocional da data com os pais querendo agradar seus filhos – ressalta o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

De maneira geral, os brinquedos devem liderar a preferência dos consumidores que buscam presentear o público infantil de 5 a 12 anos, destacando-se artigos como bonecas, carros articulados, brinquedos de montar e os tradicionais jogos. Para os adolescentes, a intenção de compra maior recai nos produtos da área tecnológica, como smartphones e drones, além de artigos de informática e moda.

Ainda que o ticket médio previsto na compra dos produtos seja em torno de R$ 199,00, os brinquedos de menor valor devem ser os mais procurados pelos pais.

– A procura por brinquedos de menor valor é fruto de um cenário econômico que não avançou na proporção que todos desejavam. Existe, também, o aspecto de que os consumidores devem avaliar se o orçamento familiar permite fazer novos gastos e de que forma vão pagar essas compras. Quem tiver condição de pagar à vista, conseguindo até desconto na hora de efetuar o pagamento, deve fazê-lo – salienta Vitor Augusto Koch.

Como as datas comemorativas e sazonalidades são uma arma importante do comércio para aumentar o faturamento, especialmente em períodos de economia desacelerada, é fundamental que os lojistas tenham foco e assertividade para realizar bons negócios nesses períodos.

A FCDL-RS recomenda que os varejistas se aproximem ainda mais de seus clientes no Dia das Crianças, avisando-os sobre possíveis promoções para a data, por meio das redes sociais, e-mail marketing e WhatsApp. Também é possível sugerir aos pais dicas e ideias de presentes, trazer pais e filhos para dentro da loja promovendo experiências divertidas, realizando sorteios de brindes e ofertando atendimento cordial, sempre com um sorriso no rosto.

Oferecer boas condições de pagamento, sugerir compras adicionais e complementares e. se possível, ter uma vitrine temática do Dia das Crianças são outros fatores para que a data seja rentável para os comerciantes.