Últimas Notícias > Notícias > Mundo > O Uruguai tem falta de maconha: a produção não é suficiente para abastecer os mais de 47 mil consumidores registrados

Jornalista e comentarista esportivo Juarez Soares morre aos 78 anos

(Foto: Reprodução/Redetv!)

Por Redetv!

Juarez Soares morreu aos 78 anos, às 15h desta terça-feira (23), em São Paulo, após sofrer duas paradas cardíacas.

O jornalista esportivo lutava contra um câncer no intestino e no reto. Ele sofreu a primeira parada cardíaca em casa por volta das 14h.

A segunda aconteceu por volta de 15h, na Santa Casa de Misericórdia. O enterro de Juarez Soares acontecerá na quarta-feira (23), no Cemitério da Consolação.

Contratado pela RedeTV! em abril de 2013, Juarez Soares participava dos programas esportivos “Bola na Rede” e”Super Faixa do Esporte”, além de comentários em partidas do Campeonato Inglês e Campeonato Italiano, e de presenças nos programas “Resenha do Luiz Ceará” e “RedeTV! FC”, da Grade Digital da emissora.

A última aparição do jornalista esportivo na TV aconteceu no programa “Bola na Rede” da madrugada do dia 1º de abril. Relembre:

Juarez Soarez também começou Rádio Capital em janeiro deste ano, mas pediu licença nos últimos meses para se tratar do câncer.

Franz Vacek, Superintendente de Jornalismo, Esporte e Digital da RedeTV!, lamentou no Twitter a morte de Juarez Soares:

Luiz Ceará, que hoje completa 69 anos, visitou Juarez Soares na manhã desta terça-feira (23) após acompanhar o treino do Corinthians.

“O coração da imprensa esportiva está muito triste neste momento. Acabou de ir para a pátria do pai o nosso irmão Juarez Soares. Juarez era um jornalista brilhante e vai deixar certamente um laço de saudade e de muita tristeza no nosso meio. Juarez fique em paz. Nossos mais profundos sentimentos para a família do Juarez. É como se fosse um pai que foi embora, infelizmente”, lamentou o jornalista em vídeo publicado no Instagram.

Carreira

Juarez Soares Moreira nasceu no dia 16 de julho de 1941 na cidade de São José dos Campos, no interior de São Paulo. Ele se formou em pedagogia na faculdade Oswaldo Cruz e começou no jornalismo nas transmissões da rádio Cultura local em 1958, aos 17 anos.

China, como ficou conhecido no programa Debate Bola, da TV Record, ainda passou pelas rádios Tupi e Gazeta até ser contratado pela rádio Globo em 1969, onde atuou até 1982, quando foi transferido para TV Globo.

Na década de 1980, Juarez trabalhou na Rádio Record e na TV Bandeirantes, onde ficou por 11 anos. Na emissora ele chegou a ser diretor de Esportes e participou das Copas do Mundo de 1986, 1990 e 1994.

Nos anos 1990, ele se transferiu para o SBT, onde permaneceu até 2000. Juarez ainda trabalhou na TV Record e na TV Cultura. O jornalista ainda escreveu para jornais como Folha da Manhã e Mundo Esportivo além de ter escrito para o portal Terra. Ainda na rádio, trabalhou como comentarista na Transamerica-SP de 2010 até 2016.

 

Deixe seu comentário: