Últimas Notícias > Esporte > Futebol > Inter > O Inter voltou a treinar com foco no terceiro duelo seguido com o Novo Hamburgo

Morre, aos 87 anos, a atriz Etty Fraser

A atriz havia sido internada algumas vezes nos últimos meses por problemas pulmonares e cardíacos. (Foto: TV Globo/Programa do Jô)

A atriz Etty Fraser, reconhecida por papéis no teatro, TV e cinema, morreu na segunda-feira (31), em São Paulo, aos 87 anos. A informação foi confirmada por seu amigo Odilon Wagner, que dirigiu o último trabalho realizado por ela, a peça “A última sessão”.

Fraser havia sido internada algumas vezes nos últimos meses por problemas pulmonares e cardíacos, de acordo com Wagner. Desde o último final de semana, estava no Hospital São Luiz. Ela teve uma trombose e não resistiu. A atriz será velada no cemitério do Araçá, em São Paulo, nesta terça-feira (1º). A cremação será na quarta-feira (02), na Vila Alpina.

Trajetória

Fraser nasceu no Rio de Janeiro, em 1931, e se formou em letras anglo-germânicas na USP (Universidade de São Paulo). Iniciou a carreira no teatro escolar. Seu primeiro papel profissional foi na peça “A Incubadeira”, de 1959.

A atriz se destacou no teatro. Foi integrante da primeira fase do teatro Oficina, em São Paulo. Nos anos 1960, trabalhou com diretores como Adolfo Celi (1922-1986), Antunes Filho, José Celso Martinez Corrêa e Antônio Abujamra. Entre as peças em que atuou, estão “As feiticeiras de Salém”, “A vida impressa em dólar”, “José, do parto à sepultura”, “Os inimigos” e “O rei da vela”.

Também atuou em novelas como “Beto Rockefeller” (Tupi, 1968), “O machão” (Tupi, 1974), “Sassaricando” (Globo, 1987) e “Torre de Babel” (Globo, 1998). No cinema, participou dos filmes “São Paulo S.A.” (1965) e “Durval Discos” (2002).

Deixe seu comentário: