Últimas Notícias > Capa – Magazine > Faixa a Faixa: escute “Lover”, novo álbum de Taylor Swift

“Homem-Aranha: Longe de Casa” estreia quebrando recordes

No filme, Peter Parker (Tom Holland) herda um par de óculos do falecido mentor Tony Stark (Robert Downey Jr). (Foto: Sony Pictures/Reprodução)

Super-heróis mais uma vez salvaram o dia, com Homem-Aranha – Longe de Casa, de Jon Watts, impulsionando a bilheteria norte-americana. As aventuras do atirador de teias dominou a América do Norte, com US$ 185 milhões em sua estreia em 4.636 locais durante seus primeiros seis dias no cinema.

Mas mesmo ele não está imune a uma pequena queda no segundo filme. Homem-Aranha – Longe de Casa teve a dianteira de ter aberto na terça-feira (02), antes do feriado da Independência, mas arrecadou US$ 93 milhões nos tradicionais três dias do fim de semana. É um ótimo começo, claro, mas uma notável queda diante dos US$ 117 milhões da estreia do seu antecessor Homem-Aranha – De Volta Ao Lar.

Homem-Aranha – Longe de Casa ainda quebrou recordes, incluindo a maior venda de ingressos em uma terça-feira em todos os tempos (US$ 38 milhões), melhor bilheteria de quarta-feira (03) para um filme da Marvel (US$ 27 milhões) e segunda maior em um feriado de 4 de julho (US$ 25 milhões). Também foi a maior estreia de seis dias de um filme da Sony Pictures. Em outros países, o 23.º filme do Universo Cinematográfico da Marvel arrecadou US$ 395 milhões, chegando a US$ 580 milhões após 10 dias.

Trama

Em Homem-Aranha: Longe de Casa, Peter Parker (Tom Holland) herda um par de óculos do falecido mentor Tony Stark (Robert Downey Jr). Os óculos abrigam um novo “sistema de inteligência”, EDITH, que concede ao usuário acesso à tecnologia de vigilância invasora de privacidade, bem como uma frota de drones assassinos controlados por satélite capazes de exterminar um alvo dentro minutos.

Embora os óculos sejam o mesmo par usado por Tony em Vingadores: Guerra Infinita, pode-se presumir que o sistema de drones não foi criado quando Fauce de Ébano (Tom Vaughan-Lawlor) e Cull Obsidian (Michael James Shaw) invadiram Nova York para recuperar a Joia do Tempo do Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch).

Já que Stark tinha uma tendência a criar novas tecnologias em reação a encontros passados, também pode ser assumido que EDITH foi criado em resposta aos eventos devastadores de Guerra Infinita, seja depois de batalhas com a Ordem Negra e Thanos (Josh Brolin) ou depois que metade da população do universo foi apagada.

Já que Stark morre na batalha final contra Thanos, seu sistema EDITH já devia ter sido criado no momento do ataque à sede dos Vingadores. Então… por que não o usou? A batalha já era uma situação muito desafiadora, então é claro que EDITH e os drones teriam sido muito úteis durante Vingadores: Ultimato. Tal discrepância pode ser atribuída a equipes separadas fazendo filmes separados, mesmo que Homem-Aranha: Longe de Casa aja em parte como um epílogo de Vingadores: Ultimato.

Deixe seu comentário: