Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

| O governo gaúcho inaugurou oficialmente mais um Batalhão de Choque da Brigada Militar, desta vez em Caxias do Sul

Unidade é a segunda implantada pela atual gestão estadual. (Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

Na tarde dessa quinta-feira, o governador gaúcho Eduardo Leite inaugurou oficialmente em Caxias do Sul (Serra Gaúcha) o 4º BPChoque (Batalhão de Choque) da BM (Brigada Militar). Trata-se da segunda unidade desse tipo implantada pela atual gestão estadual – a primeira foi a de Pelotas, em atividade desde o mês passado.

A iniciativa integra o programa “RS Seguro”, que tem entre as suas diretrizes o reforço do policiamento em regiões estratégicas do Rio Grande do Sul. Com sede no bairro São José, o Batalhão já está em atividade desde setembro e conta com 110 policiais divididos em quatro pelotões, a fim de atender 66 municípios do entorno.

“A tropa foi montada com PMs experientes e também novos integrantes do grupo de quase 2 mil formados no primeiro semestre”, ressaltou o governo do Estado. “A unidade já conta com 15 viaturas totalmente equipadas e receberá os equipamentos de operações de choque necessários para a atividade.”

“Esse efetivo qualificado, as viaturas e os equipamentos de ponta serão destinados ao enfrentamento sistemático do crime em suas múltiplas facetas, subsidiados por ações de inteligência e integração com os diversos órgãos que compõem o sistema de segurança pública”, afirmou o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, que foi ao local conhecer a nova estrutura.

Em sua primeira “missão oficial” como novo comandante-geral da BM (empossado nessa semana, no lugar de Mário Ikeda, que passou à reserva), o coronel Rodrigo Mohr destacou que a criação do batalhão é um “sonho antigo” da serra gaúcha: “É um orgulho e uma emoção muito grande poder fazer parte deste dia histórico. Tenho certeza que essa tropa de elite vai nos dar muitos resultados positivos e ajudar a reduzirmos ainda mais os índices de criminalidade”.

Quadro estatual

Além das duas unidades inauguradas neste ano, o Rio Grande do Sul conta com a atuação do 1º BPChoque de Porto Alegre, o 2º BPChoque de Santa Maria e o 3º BPChoque de Passo Fundo.

O foco é o atendimento de ocorrências especiais, como motins em presídios, reintegração de posse em áreas urbanas e rurais, para garantir a ordem em manifestações e eventos com grandes multidões, além de serem força reserva à disposição de todo o Estado.

Sob comando do major Álvaro Martinelli, o 4º BPChoque também apoiará operacionalmente o Comando Regional da Serra, com ações e operações preventivas e repressivas, visando o controle dos indicadores de criminalidade.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Deixe seu comentário
Pode te interessar