Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Brasil Polícia prende mais de 30 pessoas em “rinha” de cães em São Paulo

Entre os apostadores estavam cinco estrangeiros e um policial militar. Animais da raça pit bull estavam com vários ferimentos

Foto: Reprodução de TV

Trinta e sete pessoas foram presas na noite de sábado (14) em um rinha de cachorros em uma chácara em Mairiporã, na Grande São Paulo, de acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública). Os 19 animais encontrados, todos da raça pit bull, estavam muito machucados. Um animal foi encontrado morto.

Entre os presos, que eram apostadores, estão um americano, dois peruanos e dois mexicanos. Um policial militar também foi detido. Eles estão na Delegacia de Crimes Contra o meio ambiente, no Centro da cidade. A Polícia Civil de São Paulo descobriu o local com a ajuda de policiais do Paraná, onde foi rastreado um fornecedor de animais.

Dois adolescentes, de 12 e 14 anos, foram deixadas pelo pai no local que fugiu com a chegada da polícia. O pai, que tem guarda compartilhada, ligou para a mãe e pediu para buscar os filhos na delegacia, segundo a polícia.

As brigas eram marcadas por um grupo de WhatsApp. A chácara, na área rural de Mairiporã, era alugada. Além dos animais, foi encontrado um cão assado que foi servido para os participantes, segundo o delegado responsável pela investigação. Os presos vão responder por jogos de azar, maus-tratos contra animais com agravante de morte e associação criminosa.

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

Dmae desativa redes antigas de água no bairro Navegantes
Governo argentino pede “esforço” ao campo e a turistas argentinos no exterior
Deixe seu comentário
Pode te interessar