Últimas Notícias > Notícias > Brasil > A ministra do Supremo Rosa Weber decidiu liberar para plenário ações que contestam o fatiamento de impeachment da ex-presidente Dilma

Presa mulher que utilizou os dados pessoais de uma policial civil para assinar TV a cabo na Região Metropolitana de Porto Alegre

Objetos foram apreendidos na casa da estelionatária, em Portão. (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A Polícia Civil prendeu, na terça-feira (12), uma mulher por estelionato e falsidade ideológica em Portão, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo o delegado Ayrton Figueiredo Martins Júnior, ela utilizou dados pessoais, como RG e CPF, de uma policial civil para a assinatura de uma TV a cabo.

A mulher, de 37 anos, confessou que retirou os dados da agente de uma ocorrência registrada na delegacia do município, quando foi presa em flagrante por furto em uma farmácia. Na residência da criminosa, foram apreendidos objetos como receptor de TV a cabo, controle e antena parabólica. Além dos equipamentos, também foram encontradas várias anotações pessoais da policial civil vítima do estelionato.

Deixe seu comentário: