Últimas Notícias > CAD1 > A empresa aérea Latam demitiu um funcionário que aparece em um vídeo constrangendo mulheres na Rússia

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral rebate críticas por ter ganhado carona de Michel Temer no avião presidencial em viagem à Portugal

O ministro negou haver conflito de interesse, chamou de “bobagem”. (Crédito: ABr)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, negou ter conversado com o presidente Michel Temer sobre o processo que pode cassar o mandato do peemedebista em tramitação na corte. Gilmar pegou carona no avião presidencial em viagem a Portugal, que levou uma comitiva para acompanhar o funeral do líder português Mário Soares. O ministro negou haver conflito de interesse, chamou de “bobagem” o questionamento sobre a carona e disse que “não é preciso viajar para combinar uma coisa espúria”.

“Se fosse para combinar uma coisa espúria, obviamente, pode fazer isso em qualquer lugar. Não precisa ir a Portugal”, declarou. Gilmar afirmou que é preciso “acabar com esse modo de suspeita” sobre a conversa entre agentes do mundo político. Embora tenha pegado a carona, o ministro não foi até o velório do ex-presidente e ex-primeiro-ministro português. Ele contou ter sofrido uma crise de labirintite ao chegar a Lisboa (Portugal).

“Não tem nenhum conflito [de interesse em viajar de carona com Temer]. Quem abriu esse processo no TSE fui eu. A ministra Maria Tereza tinha arquivado [o processo] e a tendência do tribunal era confirmar [o arquivamento]” , afirmou.

Deixe seu comentário: