Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Dólar vai a 4 reais e 19 centavos, segundo maior valor nominal da história

Rapper T.I. diz que submete sua filha a um “exame de virgindade” anual

Segundo Harris, essas consultas começaram após o aniversário de 16 anos de Deyjah. (Foto: Reprodução)

O rapper norte-americano T.I. causou indignação ao revelar que força sua filha de 18 anos a fazer um “exame de virgindade” anual no ginecologista.

O músico vencedor do Grammy contou ao podcast “Ladies Like Us” como ele acompanha a filha, Deyjah Harris, ao consultório médico após cada aniversário para “verificar seu hímen”.

“Normalmente, no dia seguinte à festa de aniversário dela, enquanto ela verifica seus presentes, eu coloco um bilhete na porta do quarto dela: ‘Ginecologista. Amanhã. 9:30′”, disse T.I. cujo nome verdadeiro é Clifford Harris, para os apresentadores.

Segundo Harris, essas consultas começaram depois do aniversário de 16 anos de Deyjah, e sua filha deve assinar uma declaração permitindo ao médico compartilhar os “resultados” com ele.

O episódio do podcast foi lançado na terça-feira (5) e segue no ar, mas alguns ouvintes relataram que o trecho da declaração do rapper foi editado e retirado.

Os usuários rapidamente condenaram o comportamento de Harris e expressaram preocupação por Deyjah.

“É extremamente abusivo monitorar o hímen de sua filha, e qualquer médico envolvido em tal ato deve perder sua licença”, postou no Twitter a escritora Ijeoma Oluo.

A presença de um hímen intacto – que pode ser facilmente rompido sem atividade sexual – não é considerada uma maneira eficaz de provar a virgindade.

No podcast, as apresentadoras Nazanin Mandi e Nadia Moham riem dos comentários de Harris, e falam em tom de brincadeira que sua filha seria uma “prisioneira”.

O rapper, de 39 anos, ganhou três Grammy e é conhecido por suas colaborações com Rihanna e Justin Timberlake.

Ele esteve preso em 2009 por tentar comprar uma arma automática ilegal de traficantes que na verdade eram policiais disfarçados, voltando à prisão dois anos depois por posse de drogas.

Celebridades

Algumas celebridades, como Iggy Azalea e Chrissy Teigen, também decidiram se posicionar. “Definitivamente não achei que nós estaríamos conversando sobre himens agora. Ou sobre o T.I.”, tuitou a esposa de John Legend. “Eu realmente desejava que as mulheres entrevistando ele tivessem dito alguma coisa. Ele tem sérios problemas de controle com mulheres em todos os aspectos de sua vida e precisa de terapia”, completou a rapper de “Fancy”, em um tuíte já deletado.

A estrela de “The Handmaid’s Tale” Madeline Brewer foi outra artista que deixou clara sua opinião. “Isso me deixa fisicamente doente. É abominável. Esse não é um comportamento para dar risadas ou fazer piadas sobre. O nível de toxicidade e malícia e controle que ele está exercendo sobre a vida, autonomia corporal e privacidade da própria lha. Me deixa doente”, desabafou.

“Primeiro de tudo ele nunca, nunca deveria estar falando sobre a vida sexual da lha. Ainda em um podcast? É bizarro ele ir ao ginecologista com a lha e falar sobre isso. Não fale sobre a vida sexual de seus lhos e o que está acontecendo com os corpos deles. É sagrado pra eles. E não é a sua vida”, alertou a apresentadora Sharon Osbourne no programa “The Talk”.