Últimas Notícias > Colunistas > Fatos históricos do dia 19 de novembro

O governo do Estado usará um programa da ONU para modernizar o sistema de compras e gestão patrimonial

Projeto contempla um novo modelo de gestão do Caff, onde estão concentradas boa parte das secretarias e órgãos do governo. (Foto: Divulgação/Seplag)

Em parceria com o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o governo do Estado irá implantar um amplo projeto de cooperação técnica para qualificação de setores da gestão pública.

Fruto de tratativas lideradas pela Seplag (Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão) desde o início do ano, a parceria será formalizada pelo governador Eduardo Leite nesta segunda-feira (11), em Brasília. Os principais focos do projeto estão voltados para a modernização do sistema estadual de compras públicas, ao aprimoramento da gestão documental e do patrimônio no Estado.

Conforme a secretária de Planejamento, Leany Lemos, a parceria com o programa da ONU (Organização das Nações Unidas) representa uma grande oportunidade de fortalecimento das capacidades das equipes que atuam nas áreas de orçamento e gestão no governo gaúcho.

“O PNUD tem uma rede de escritórios e centros de conhecimentos internacionais onde estão presentes experiências e metodologias inovadoras já desenvolvidas para a valorização profissional dos servidores”, acrescentou a titular da Seplag.

Ela destacou que o projeto contempla também a realização de um novo modelo de gestão do Caff (Centro Administrativo Fernando Ferrari), onde estão concentradas boa parte das secretarias e demais órgãos do governo gaúcho.

A parceria permitirá um novo leque de atuação para a EGov (Escola de Governo), vinculada à Seplag e que passou por uma completa remodelação recentemente. A partir da cooperação do PNUD, haverá um compartilhamento de boas práticas nacionais e internacionais em gestão pública e o desenvolvimento de um plano de capacitação dos servidores. “Estamos estruturando uma rede de escolas no governo, o que permitirá multiplicar estas iniciativas para diferentes áreas do governo”, explicou Leany.

O evento terá as participações do diretor da ABC (Agência Brasileira de Cooperação), do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Ruy Pereira, e da representante do escritório do PNUD no Brasil, a hondurenha Katyna Argueta.