Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Banqueiros de jogo-do-bicho são condenados a pagar 500 mil reais de indenização por danos sociais

Supremo aprova criminalização da homofobia como forma de racismo

Decisão já havia sido tomada pela CCJ na quarta-feira (22). (Foto: Divulgação)

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu considerar a homofobia como crime. Com seis votos a favor, atingiu-se a maioria. A aprovação ocorrida nesta quinta-feira (23), classifica atos homofóbicos como uma forma de racismo. Apesar da decisão, o julgamento foi suspenso e será retomado no dia 5 de junho.

O tema é proposto pelo PPS e pela Associação Brasileiras de Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT), que entendem que a minoria LGBT deve ser considerada “raça social”. Assim, os agressores seriam punidos com um a cinco anos de reclusão, sem possibilidade de fiança.

A Corte decidiu seguir com o julgamento, nesta quinta, mesmo que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal, tenha aprovado a mesma matéria nesta quarta (22).

O julgamento começou em fevereiro e foi retomado nesta quinta. Votaram favoráveis à medida os ministros Luiz Fux, Rosa Weber, Edson Fachin, Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, além do relator, Celso de Mello.