Sábado, 08 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Agro 2020 registra recorde de liberação de agrotóxicos e componentes industriais para uso na agricultura brasileira

Compartilhe esta notícia:

A quantidade de registros dessas substâncias cresceu pelo quinto ano seguido

Foto: Agência Brasil
A quantidade de registros dessas substâncias cresceu pelo quinto ano seguido. (Foto: Agência Brasil)

O ano de 2020 bateu um novo recorde de liberação de agrotóxicos e de componentes industriais para uso na agricultura brasileira. Foram liberados 493 novos pesticidas e componentes – maior número da série histórica. A quantidade cresceu pelo quinto ano seguido.

O Ministério da Agricultura afirmou que só nove são ingredientes ativos novos e que a maioria é de genéricos, que contém na fórmula substâncias que já existiam no mercado brasileiro. Pelo menos dois agrotóxicos aprovados agora estão proibidos na União Europeia desde 2009.

“Velhas substâncias perigosas continuam sendo autorizadas e novas substâncias perigosas, que jamais haviam sido registradas no Brasil, foram agora. O fato de ser genérico não alivia a carga de toxicidade dessas substâncias”, disse a pesquisadora da USP Larissa Bombardi.

“Substâncias bastante problemáticas do ponto de vista toxicológico, muitas que já estão banidas ou proibidas em outros países e que já deveriam estar em reavaliação e retirada do mercado no Brasil. Então, nós vimos um aumento dessas substâncias, e não de substâncias que incorporavam novas tecnologias, mais seguras, mais protetivas à saúde e ao meio ambiente”, afirmou o pesquisador da ENSP/Fiocruz Luiz Cláudio Meirelles.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Agro

Defesa diz que leite condensado é para dar energia a militares; chiclete, para a higiene bucal
Fabricante de veículos elétricos Tesla, do homem mais rico do mundo, tem o primeiro lucro anual da história
Deixe seu comentário
Pode te interessar