Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Light Rain

Economia A confiança dos empresários alemães se recupera em maio com o alívio de restrições por causa do coronavírus

Compartilhe esta notícia:

A Alemanha é um dos componentes centrais das estratégias de defesa americanas na Europa. (Foto: Annegret Hilse/Reuters)

A confiança empresarial alemã se recuperou em maio, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira (25), recuperando-se da maior queda já registrada no mês anterior uma vez que o retorno gradual às atividades normais após semanas de isolamento melhora as expectativas entre as empresas.

O instituto Ifo disse que a pesquisa de maio mostrou que seu índice de clima de negócios subiu a 79,5 de 74,2 em abril. A expectativa em pesquisa da Reuters era de uma leitura de 78,3.

O humor nas empresas alemãs se recuperou após o catastrófico mês anterior”, disse o presidente do Ifo, Clemens Fuest, em comunicado. “As expectativas para os próximos meses melhoraram de forma significativa.”

As medidas de restrição adotadas em meados de março levaram a maior economia da Europa a uma recessão no primeiro trimestre, quando registrou a maior contração desde 2009, e economistas esperam queda ainda maior no segundo trimestre.

O economista do Ifo, Klaus Wohlrabe, disse que o instituto prevê uma contração de dois dígitos no segundo trimestre, e acrescentou que as empresas esperam queda das exportações menos dramática conforme a economia é retomada.

A alta é com certeza boa notícia, já que sugere que a queda no sentimento parou em maio, e portanto passou pelo seu pior em abril”, escreveu Thomas Strobel, economista do UniCredit.

Índices acionários

Os índices acionários europeus fecharam em alta em dia de baixo volume nesta segunda-feira, depois que o indicador de confiança empresarial da Alemanha mostrou recuperação em maio, com resultados corporativos positivos ajudando o sentimento.

O índice alemão DAX subiu 2,9%, para o nível mais alto desde 6 de março, recuperando quase 38% ante a mínima deste ano.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,47%, a 1.347 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 1,47%, a 345 pontos.

O índice da zona do euro terminou com alta de 2,1%. O volume de negociações foi baixo de forma geral com os mercados nos Estados Unidos, Reino Unido e alguns países asiáticos fechados por feriado.

A Lufthansa saltou 7,5% depois que o governo alemão aprovou um pacote de 9 bilhões de euros e uma porta-voz da empresa disse que ela retomará os voos a 20 destinos a partir de meados de junho. As informações são da agência de notícias Reuters.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Receita Federal já recebeu 15,4 milhões de declarações do Imposto de Renda deste ano
Caixa Econômica Federal credita mais um lote de auxílio emergencial para mais 7,6 milhões de trabalhadores brasileiros
Deixe seu comentário
Pode te interessar