Sábado, 04 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

CAD1 A Ospa apresenta o recital do quinteto de sopros Som 5 no Museu de Arte do Rio Grande do Sul neste domingo

A série Música de Câmara ganha sequência com a estreia do quinteto de sopros formado por músicos da orquestra. (Foto: Mariana Sirena/Divulgação)

O grupo Som 5, quinteto de instrumentistas da Ospa (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre), faz a sua apresentação de estreia neste domingo (19), às 17h. A Pinacoteca do Margs (Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli) recebe Henrique Augusto Amado (flauta), Viktória Tatour (oboé), Diego Grendene de Souza (clarinete), Israel Oliveira (trompa) e Ange Paola Brazzani Prada (fagote) para um final de tarde musical.

No coração da exposição Influências da Arte Pop em Acervos de Porto Alegre, em cartaz no museu, os músicos interpretarão obras de Jacques Ibert, György Ligeti e Radamés Gnatalli. O evento, da Série Música de Câmara da Ospa, é promovido em parceria com o Margs e tem entrada franca.

Programa

O recital começa com “Três peças breves para Quinteto de Sopros” de Jacques Ibert. Composta na primeira metade do século 20, a obra é uma das mais conhecidas do compositor francês. Depois, o grupo interpreta uma peça escrita originalmente para quinteto de sopros de um compositor brasileiro contemporâneo. Trata-se de “Variações sérias sobre um tema de Anacleto Medeiros”, de Ronaldo Miranda, que toma como base uma importante composição de Anacleto, um dos fundadores do choro. “Seis bagatelas para Quinteto de Sopros”, do húngaro György Ligeti, um dos mais notáveis nomes da música erudita do século 20, dá sequência ao programa da apresentação. Por fim, será executada a “Suite para Quinteto de Sopros”, de Radamés Gnatalli, peça composta em 1973, estreada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

A série Música de Câmara foi criada em 2016 para institucionalizar a presença da música de câmara na programação da orquestra. Ela leva ao público repertórios para formações menos numerosas e adaptações, além da produção de compositores que escrevem especificamente para essas formações.

Ospa Jovem

A série de concertos da Ospa Jovem – Orquestra Sinfônica do Conservatório Pablo Komlós/Escola de Música da Ospa ganhou sequência neste sábado (18), na Casa da Música da Ospa (avenida Borges de Medeiros, 1.501 – Centro Administrativo Fernando Ferrari).

A Camerata da orquestra, formada principalmente por alunos do conservatório, apresentou um repertório especial voltado para os instrumentos de cordas. O repertório foi variado e contemplou compositores como Ernst Mahle, Giuseppe Torelli e Chico Buarque. A regência fica a cargo de Fredi Gerling, maestro e violinista com atividade didática de mais de 30 anos.

O concerto iniciou com “Pentafonia”, de Ernst Mahle, premiado compositor com reconhecimento internacional pela magnitude de suas obras. Na sequência, os jovens músicos interpretaram o “Concerto para dois violinos”, do italiano Giuseppe Torelli. Depois, a “Sinfonietta”, de Harald Genzmer, obra para orquestra de cordas, ganhou destaque, seguida por “Quatro momentos nº 2”, do compositor brasileiro com expressivo destaque no Brasil e no exterior, Ernani Aguiar. Para finalizar a noite em grande estilo, a sinfônica executou “Maninha”, escrita por Chico Buarque durante o regime militar.

O grupo é regido pelo maestro Arthur Barbosa e tem como diretor artístico Evandro Matté. Formada principalmente por alunos da Escola, a orquestra é parte essencial da formação musical oferecida pela instituição. É na orquestra que os alunos têm contato com o repertório orquestral, o que é fundamental para a sua profissionalização na área da música de concerto. A Ospa Jovem vem realizando uma série de concertos anualmente, cumprindo também importante papel social ao realizar apresentações gratuitas em teatros, museus, hospitais, igrejas e outras instituições.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de CAD1

A coligação do MDB entrou com um pedido de impugnação do tempo de propaganda eleitoral do presidenciável Geraldo Alckmin, do PSDB
Dia D de vacinação contra a pólio e o sarampo terá 94 unidades de saúde abertas em Porto Alegre neste sábado
Deixe seu comentário
Pode te interessar