Domingo, 28 de Fevereiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Notícias A Ospa recebe neste sábado um dos um mais importantes pianistas clássicos do mundo na atualidade

Compartilhe esta notícia:

O polonês Raphael Lustchevsky faz a sua primeira apresentação na capital gaúcha. (Foto: Reprodução)

Considerado um dos mais importantes pianistas clássicos da atualidade, o polonês Raphael Lustchevsky se apresenta com a Ospa (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre) neste sábado. Esta é a primeira vez do solista na capital gaúcha, em concerto regido pelo brasileiro Norton Morozowicz, integrante da Academia Brasileira de Música.

O espetáculo está marcado para as 17h na sede da instituição no Centro Administrativo do Estado (avenida Borges de Medeiros nº 1.501, bairro Praia de Belas). Os ingressos variam entre R$ 30 e R$ 80. Mais informações pelo telefone (51) 3222-7387 ou no site www.ospa.org.br.

No programa, peças dos franceses Frédéric Chopin e Georges Bizet e do italiano Giuseppe Verdi – deste último, ele interpretará o “Concerto para Piano Nº 1” com o acompanhamento dos músicos da casa. “Estreada em 1830 em recital do próprio compositor no Teatro Nacional de Varsóvia, é uma das poucas obras do autor dedicada ao instrumento”, ressalta a Ospa. “A peça é extremamente virtuosística e apresenta a vivacidade sonora típica da música popular eslava.

Já a “Sinfonia nº 1” de Bizet encerra o concerto: “Escrita quando o compositor tinha apenas 17 anos, a obra apresenta uma melodia eclética e um extraordinário colorido orquestral que revela o formidável talento do autor”. Estreada em 1935, na Suíça, é hoje considerada uma das maiores obras do compositor parisiense.

Trajetórias

Integrante da Academia Brasileira de Música, o curitibano Norton Morozowicz é regente, flautista e reconhecidamente um dos músicos mais importantes do país. De grande influência no cenário internacional da música de concerto, comandou as principais orquestras do Brasil nos últimos 20 anos, construindo uma destacada reputação também como instrumentista.

Foi diretor artístico e maestro das orquestras sinfônicas de São Paulo, Campinas e Nacional. É criador, ainda, do Festival de Música de Londrina (PR) e fundador da Orquestra de Câmara de Blumenau (SC), cidade onde também idealizou o Festival de Música de Câmara.

Já o visitante polonês Raphael Lustchevsky teve a sua estreia artística internacional aos 16 anos, no Japão, com a Orquestra Sinfônica de Tóquio. O concerto abriu portas que o levaram aos cinco continentes. Ele reúne em seu currículo apresentações em salas de concerto como o Théâtre du Châtelet de Paris, o Palais des Nations e o Palácio das Nações da ONU (Organização das Nações Unidas) na Suíça, o Palau de la Musica em Barcelona, o Victoria Concert Hall em Singapura, o Suntory Hall, em Tóquio e o Teatro Solis, em Montevidéu (Uruguai).

É vencedor dos maiores concursos internacionais de piano, a exemplo do Clara Schumann (Alemanha), Dinu Lipatti (Unesco), Fryderyk Chopin e Festival Internacional Chopin (ambos na Polônia). Raphael Lustchevsky se destaca, ainda, pela idealização artística do Concurso Internacional de Piano F. Chopin em Lima, Peru.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Organizadores estimam público superior a 118 mil visitantes na 19ª edição da Fenamilho
A preocupação de Bolsonaro com os caminhoneiros é legítima, diz o presidente da Petrobras
Deixe seu comentário
Pode te interessar